X
X

Diário da Região

08/10/2015 - 17h24min

Brincadeira de criança

Resgate as brincadeiras com seus filhos

Brincadeira de criança

Divulgação Brincar de amarelinha ajuda no desenvolvimento do equilíbrio e da coordenação motora das crianças (Foto: Divulgação)
Brincar de amarelinha ajuda no desenvolvimento do equilíbrio e da coordenação motora das crianças (Foto: Divulgação)

Você se lembra das brincadeiras da sua infância? Aquelas de rua mesmo, amarelinha, ciranda, pular corda, entre tantas outras. Com certeza, muitas crianças não conhecem a amarelinha ou a ciranda, brincadeiras que foram ficando esquecidas no tempo por conta da tecnologia. 

Essas brincadeiras são saudáveis e estimulam o desenvovimento infantil. Muitas delas ajudam ainda na saúde das crianças, já que servem como um tipo de atividade física. Isso porque são atividades que não deixam as crianças paradas, diferentemente da TV, do computador ou smartphone. Confira a seguir uma lista com cinco brincadeiras lúdicas para divertir a criançada. 

 Amarelinha – Essa brincadeira tão tradicional também é chamada de maré, sapata, avião, academia, macaca, entre outras. Trata-se de uma brincadeira fácil e que envolve diversos aprendizados. Comece desenhando a amarelinha no chão com carvão ou giz de cera, numere as casas e colora o “céu”. A brincadeira consiste em jogar a pedrinha em um quadrado e pular até o céu, na ida sem pisar onde está a pedra e, na volta, parando com um pé só ao lado para pegá-la. Perde quem cai ou pisa na linha. Incentive a criança passar por todo trajeto e cada vez mais rápido! Essa atividade é ótima para desenvolver o equilíbrio e a coordenação motora.

Ciranda – A famosa dança infantil, de roda, conhecida em todo o Brasil, teve origem em Portugal, onde era uma dança de adultos. Semelhante a ela é o fandango, baile rural praticado até meados do século 20 no interior do Rio de Janeiro (Parati) e São Paulo, em que homens e mulheres formavam rodas concêntricas, homens por dentro e mulheres por fora. Os versos que abrem a ciranda infantil são conhecidíssimos ainda hoje: “Ciranda, cirandinha/ Vamos todos cirandar/ Vamos dar a meia volta/ Volta e meia vamos dar”. De resto, há variações regionais que a complementa, como “O anel que tu me deste/ Era vidro e se quebrou./ O amor que tu me tinhas/ Era pouco e se acabou”. São muitas músicas. A grande vantagem da ciranda é o desenvolvimento da criatividade, do raciocínio e da sociabilidade.

Pular corda - Simples e eterna! Pular corda é uma brincadeira e um grande exercício. Você irá precisar apenas de uma corda e duas pessoas para girar ou um ponto de apoio. O divertido da corda para crianças pequenas é conseguir acertar o ritmo. Já para as maiores são as músicas. Uma das canções mais clássicas é “Um homem bateu em minha porta e eu abri. Senhoras e senhores ponham a mão no chão. Senhoras e senhores pulem num pé só. Senhoras e senhores deem uma rodadinha e vá pro olho da rua (quando a criança tem que sair da corda sem encostar nela)!”

Está quente, está frio – Um participante esconde um objeto, enquanto os outros fecham os olhos. A voz de “pronto”, as crianças saem a procurar. O que escondeu o objeto vai alertando, conforme a distância que estiverem do esconderijo: está quente (quando próximo), está frio (quando distanciado) e está queimando (quando bem perto). Quem encontrar o objeto será o encarregado de escondê-lo na repetição da brincadeira.

Passa Anel - As crianças são colocadas em roda e uma delas segura um anel nas mãos. As mãos estão fechadas em forma de concha, de modo que as outras não possam ver o anel, nem quando e para quem este será passado. Ganha quem descobrir “com que está o anel”.

Fonte - Paulo Parente,  fundador da Bicho de Pé Eventos, primeiro buffet itinerante saudável e sustentável do Brasil

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso