X
X

Diário da Região

31/07/2016 - 00h00min

HORA DO LANCHE

Prepare a lancheira do seu filho e estimulando hábitos saudáveis

HORA DO LANCHE

Johnny Torres 22/7/2016 Nutricionista Milena Kerbauy orienta a fazer compra semanal e comprar sempre produtos frescos
Nutricionista Milena Kerbauy orienta a fazer compra semanal e comprar sempre produtos frescos

Montar diariamente a lancheira dos filhos não é tarefa fácil. Aliar diversidade com alimentos saudáveis e saborosos deixa as mães de cabelo em pé. Para ajudá-las nesta missão cheia de drama e horas no supermercado, especialistas dão dicas para montar um cardápio mais nutritivo e adequado para as crianças comerem quando estiverem fora de casa. 

Paula Barbosa, nutricionista, afirma que frutas da época, sucos naturais, queijos e iogurtes (mantidos em refrigeração), bolos simples feitos em casa, de preferência com farinha integral ou aveia, pães, geleias e patês caseiros com ricota e atum devem e podem fazer parte da lancheira das crianças. Outras opções são azeitona, castanhas e frutas secas e cereais sem açúcar, como granola, quinoa e aveia.

Muitas vezes, as crianças têm preconceito com alguns alimentos, sem nem terem experimentado antes. Paula afirma que os pais devem apresentar aos filhos todos os tipos de alimentos, como verduras, legumes e frutas, mesmo que na primeira tentativa a criança rejeite. “Às vezes, mudar a forma de preparo ajuda a criança a aceitar melhor.”

Para reverter a preferência por alimentos mais calóricos, com mais açúcar, sódio e gordura, uma dica é colocar em prática receitas saudáveis e pedir ajuda da criança na preparação. “É uma forma criativa e divertida para elas fazerem seus próprios lanches. Quanto mais comida de verdade, preparada em casa, mais qualidade”, garante Paula. 

O hábito saudável deve ser praticado desde cedo e os pais devem dar o exemplo e consumir junto com os filhos um cardápio saudável e balanceado. “É inevitável que a criança passe a infância sem consumir doces, gorduras e excesso de sódio presente nos salgadinhos e alimentos industrializados. Mas a disciplina quanto a horários e dias para o consumo desse tipo de alimento deve ser estipulada.”

Além de um cardápio nutritivo, é preciso ficar de olho na escolha do produto. Principalmente hoje em dia, com a correria da rotina, quando os pais optam por produtos industrializados para facilitar na escolha do lanche e não observam o rótulo. “Com a evolução da indústria alimentícia, conseguimos encontrar produtos de boa qualidade. No entanto, é preciso evitar industrializados com longa data de prateleira.”

A escolha da lancheira e o armazenamento dos alimentos também são pontos que merecem cautela. “Laticínios e alimentos que já estavam refrigerados devem ser mantidos em lancheira térmica e com tempo de conservação suficiente para evitar contaminação e proliferação de bactérias”, afirma Paula. 

Algumas opções de lancheiras já possuem o gel inserido, segundo a nutricionista Milena Kerbauy. “Você guarda a própria lancheira dobrada no freezer na noite anterior. Caso não tenha essa opção, vale investir em gelos de gel, à venda em farmácias e lojas de artigos esportivos.”

BE67

Dicas

- Faça compras semanalmente e utilize sempre alimentos frescos
- Se a criança ficar período integral na escola ou se for da escola diretamente para outras atividades, muitas vezes é necessário mais de um lanche. É importante instruir a criança a consumir no primeiro lanche a opção perecível e deixar a opção que se conserva melhor para o segundo lanche
- Lembre sempre de enviar uma garrafa térmica com água mineral fresca
- Para fazer o suco, bata as frutas com o bagaço e retire as sementes. Nele contém fibras que são essenciais. Não adoce os sucos, pois as frutas já têm seu próprio açúcar (frutose). Isso ajudará a preservar o paladar da criança

Fonte: Milena Kerbauy, nutricionista

Receita de bolo caseiro (cacau com coco)

Ingredientes
3 ovos
3 colheres de sopa de cacau
1/2 xícara de óleo de coco
1/2 xícara de coco ralado
1/2 xícara de farinha de amêndoas, arroz ou grão de bico
4 colheres de açúcar demerara
1 colher de sobremesa de fermento químico 

Modo preparo
Bata no liquidificador os ovos, o cacau e o óleo de coco. Separe numa vasilha e misture o coco ralado, a farinha de amêndoas, o arroz ou grão de bico e o açúcar. Por último, coloque o fermento químico e misture delicadamente. A massa fica bem consistente. Asse em forno médio preaquecido por 15 a 20 minutos. 

É na infância que se corrige

Você sabia que frutas com gomos, como a laranja e a mexerica, quando descascadas, perdem nutrientes? Quem informa é o endocrinologista Fabio Guirado Dias. Preocupado com a alimentação das crianças, ele sugere consumir uma maçã, já que não estraga com tanta facilidade, amassa menos e mantém os nutrientes, mesmo quando submetida a altas temperaturas. Já frituras, salgados e doces devem se consumidos em situações excepcionais, como finais de semana, e sob supervisão dos pais.

Outro alerta de Dias é consumir lanches preparados com um dia de antecedência. “Alguns produtos não podem ser conservados. Dê preferência a peito de peru em vez de presunto e queijo branco no lugar do queijo amarelo.”

O médico alerta que maus hábitos alimentares na infância podem predispor a criança a desenvolver doenças na idade adulta, principalmente dislipidemia, que são alterações das gorduras do sangue, como colesterol e triglicérides, além de hipertensão arterial e diabetes. “Essas doenças, além de fatores genéticos, são condicionadas a hábitos alimentares e ao ganho de peso.”

Para ele, a melhor forma de se tratar maus hábitos alimentares das crianças é começando a corrigir os pais. “Não é possível que você queira que seu filho pare de tomar refrigerante se você continua a tomar na frente dele. As crianças de 6 e 7 anos de idade não têm um paladar estabelecido e acabam aprendendo a comer o que os pais e avós comem”, ensina.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso