X
X

Diário da Região

07/11/2015 - 00h59min

Bê-á-bá do vinho

Conheça as variedades de vinhos e suas peculiaridades

Bê-á-bá do vinho

Banco de Imagem NULL
NULL

 

 

A revista Vida&Arte preparou um pequeno guia sobre o vinho, uma das bebidas mais apreciadas no mundo

 

 

vinhos_brasil

Brasil

 
De forma discreta, mas com muita qualidade, os vinhos brasileiros estão ganhando espaço nas adegas dos amantes da bebida. Com acidez marcante, corpo mediano e frutado típico de vinhos joviais, os vinhos consumidos no Brasil costumam agradar consumidores que não têm preconceito quando o assunto é produto nacional e que buscam harmonizar com nossos pratos típicos. Os melhores rótulos são produzidos nas regiões do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pernambuco e Bahia. Além da qualidade dos vinhos, que são produzidos com uvas nativas e importadas da Europa, a ascensão dos nacionais está ligada também à alta do dólar, que “salgou” o preço dos importados

Vinhos – Armazém Santa Madonna, em Rio Preto, (17) 3363-5777

 

vinhos_Argentina


Argentina


A “rivalidade” entre brasileiros e argentinos desaparece quando o assunto é vinho. Apesar de afirmarmos que “Pelé é melhor que Maradona”, sabemos reconhecer que os rótulos produzidos na “Terra do Malbec” são os nossos queridinhos – eles dividem a mesma posição com os chilenos. Seja pelo valor mais acessível, qualidade, intensidade, aproximação geográfica e facilidade de entendimento dos rótulos, os vinhos produzidos na terra de nossos hermanos agradam a vários paladares. Isso por causa dos diferentes estilos aplicados em Salta, Mendoza e Patagônia. Malbec é a mais argentina das uvas, apesar de ter vindo de Cahors, na França. Bonard e Cabernet Sauvignon são outros tipos de uvas bem cultivadas no país

 

 

Vinhos – Grand Cru, em Rio Preto, (17) 3301-0420

 

 

vinhos_Chileno

Chile


Desde o século 19 o Chile produz vinho de qualidade, mas foi em 1980 que o país se tornou um dos maiores exportadores de vinhos do mundo, depois de investimentos pesados em tecnologia e na qualidade da produção. Os rótulos chilenos e argentinos disputam o favoritismo dos paladares brasileiros. As diferenças territoriais, relevo e altitudes ao longo do território do país eleva a produção chinela ao patamar dos chamados melhores vinhos do velho mundo, produzidos na Itália, França, Espanha e Portugal. Assim como os argentinos, os rótulos chilenos também agradam diversos paladares. Destaque para produções das regiões do Vale de Maipo, Vale de Colchágua e Vale de Casablanca 

 

 

 

Vinhos – Enoteca Cursino, em Rio Preto, (17) 3304-2488

 

 

 

 

vinhos_Portugues

Portugal

 

Os vinhos portugueses são o resultado de uma sucessão de tradições introduzidas em Portugal pelas diversas civilizações que ali se sucederam, como os gregos e romanos. O país tem duas regiões produtoras de vinho protegidas pela Unesco como patrimônio mundial. A do Alto Douro, onde se produz o conhecido Vinho do Porto é uma delas. Além de seus inúmeros benefícios à saúde, o Vinho do Porto se difere dos outros por causa da adição de aguardente (cachaça) no processo de fermentação. A variedade nos tipos de uvas nativas permite que Portugal produza grandes diversidades de vinhos com personalidades muito distintas. Considerado um produtor tradicional do Velho Mundo, 8% do continente do país é dedicado à cultura da vinha

 

 

Vinhos - Enoteca Decanter, em Rio Preto, (17) 3234-3358

 

 

 

vinhos_França

França


Não é um exagero classificar a França como o melhor país de vinhos do mundo. Nenhum país tem tantos vinhos de 
excepcional qualidade como os encontrados entre os 
Vinhos AOC (Appellation de Origine Contrôlée), os vinhos de Denominação de Origem Controlada. Não é atoa que o país é considerado o berço dos vinhos. A maioria das uvas 
plantadas na Argentina, Chile e Brasil são originadas de lá. No total, existem treze grandes regiões nivícolas. A que mais se destaca é a Bordeaux, de onde vem a uva Bordô, por possuir o maior número de vinhos excepcionais, muitos deles com preços altos. Apesar de ter a área territorial do tamanho de Minas Gerais, o país tem variedade de climas e características geográficas, o que garante diversidade e complexidade aos vinhos

 

 

Vinhos – Empório Santa Therezinha, em Rio Preto, (17)  3234-9709/ 3234-9710

 

 

vinhos Italia

Itália

 
Na antiguidade os gregos batizaram a Itália de Enotria (terra 
do vinho). Com mar de vinhedos, o país disputa, acirradamente, com a França a posição de maior produtor e consumidor mundial de vinhos. A qualidade de muitos de seus vinhos
é inquestionável. O envolvimento do país com o vinho tem 
registros na Pré-História. Sementes de uvas e sedimentos de vinho foram encontrados em sítios arqueológicos datados de 1.200 a.C. As principais regiões produtoras se dividem em Norte, Centro e Sul. Na primeira encontra-se Piemonte e vinhas 
dedicadas a produção de espumantes. Na segunda concentra a lendária Toscana e suas grandezas italianas. Nas ilha do sul, as Sicilia e Sardenha mantêm a tradição mediterrânea de vinhos tintos mais potente e alcoólicos

 

Vinhos – Armazém Santo Expedito, em Rio Preto, (17) 3355-0383

 

 


HAMONIZAÇÃO: PRATOS E TIPOS DE UVAS:

Aperitivo - riesling australiano ou neozelandês, chenin blanc sul-africano, champanhe ou espumantes brancos

Entrada - sauvignon blanc, riesling e chardonnay sem madeira, chablis,pinot blanc (saladas), chardonnay e pinot noir (sopas)

Carnes brancas (frango, peru e outras aves) - chardonnay, pinot noir, merlot suave, sauvignon blanc, beaujolais, bordeaux branco, riesling da Alsácia, chenin blanc, syrah

Carnes vermelhas - vinhos franceses da Borgonha e encorpados de Bordeaux (caça), tannat e malbec (churrasco) e cabernet sauvignon

Massas - chianti e valpolicella de italianos leves

Queijos - beaujolais, chianti, sangiovese, sauvignon blanc (queijo de cabra), porto tawny (queijos azuis ou cheddar amadurecido) e merlot

Peixes e frutos do mar - démillon, malbec, pinot noir leve, sauvignon blanc e chenin blanc (bacalhau), muscadet (mexilhões), vinhos verdes (sardinha fresca),  champagne (ostras)

Sobremesas - muscats (chocolate), porto tawny e moscato d’asti 


GLOSSÁRIO DO VINHO:

Bodega – equivalente espanhol para vinícola

Brut – termo que designa o tipo de espumante natural com menor teor de açúcares residuais

Corpo – Sensação tátil do vinho à boca, que lhe dá peso (sensação de boca cheia) e resulta do seu alto teor de extrato seco

Decantar – Ato de transferir o vinho da garrafa para uma jarra, com o propósito de separar os sedimentos originários do envelhecimento

Demi-Sec – Meio seco, ligeiramente doce com maior teor de açúcar que o Brut

Encorpado – Terminologia usada em degustação para indicar um vinho rico em extrato seco (corpo)

Enólogo – Indivíduo que tem conhecimentos de enologia (ciência que estuda o vinho)

Frutado – Diz-se de um vinho com aroma e gosto de frutas frescas. Características dos vinhos jovens

Sommelier – É o profissional que trabalha em restaurantes, elaborando cartas de vinhos e orientando clientes na escolha da bebida ideal para combinar com o prato

Tanino – Componente da casca e das sementes das uvas tintas. Dá ao vinho caráter e estrutura para envelhecer. Um vinho com excesso de tanino é áspero, adstringente, e produz sensação parecida com a de banana verde. Um vinho de taninos macios ou elegantes é um vinho bem elaborado ou que já envelheceu por tempo suficiente

Confrarias – grupo de amigos que se reúnem para degustar bons vinhos e aprender um pouco mais sobre o assunto

Cabernet Sauvignon – uva tinta. Uma das mais populares e consumidas no mundo do vinho

Merlot – produz um vinho tinto com toques de tabaco e couro

Malbec – uva que dá origem a vinhos tintos parecidos da Merlot, mas com sabor mais adocicado

Pinnot Noir – uva que dá origem a vinho tinto com sabor que remete a cerejas ou ameixas frescas

 

TEMPERATURA IDEAL

  • Vinho Tinto:
  • Jovem: 11º a 14º
  • Encorpado: 15º a 17º
  • Reserva: 16º a 18º
  • Vinho Branco:
  • Leve e doce: 6º a 8º
  • Jovem, meio-seco, leve e encorpado: 7º a 10º
  • Encorpado: 10º a 12º
  • Vinho Rosé:
  • 7º a 10

 

acessorios_vinhos 1

 

 

 

 

 

 

 

 

acessorios_vinhos 2 Clique nas imagens para ampliá-las

 

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso