X
X

Diário da Região

28/09/2016 - 14h52min

Arquitetura

Brinquedoteca: cantinho para brincar e aprender

Arquitetura

Divulgação Com móveis da linha Evolution, da Cia do Móvel, que acompanha a evolução das crianças, o espaço conta com uma cama de solteiro, escrivaninha e acessórios para compor um quarto teen ou kids
Com móveis da linha Evolution, da Cia do Móvel, que acompanha a evolução das crianças, o espaço conta com uma cama de solteiro, escrivaninha e acessórios para compor um quarto teen ou kids

Toda criança gosta de brincar e ter um cantinho lúdico em casa é a maior diversão. Destinar um espaço para os filhos brincarem é também estimular o desenvolvimento infantil deles. É neste espaço que as crianças socializam, aprendem regras ao ganhar e perder e lidam diretamente com a criatividade e o imaginário. Para montar a brinquedoteca em casa, os pais devem levar em conta o interesse dos filhos, respeitando seus gostos e suas faixas etárias.

A brinquedoteca também precisa ser funcional, confortável, divertida e com várias possibilidades. A arquiteta Elisa Vasconcelos afirma que, no ambiente, a escolha de uma parede maior e livre de aberturas, como portas e janelas, é a melhor opção para armários, nichos e prateleiras para organizar e deixar tudo em ordem. “Quando a falta de espaço é uma questão, uma ótima ideia é criar caixas em madeira com rodinhas que possam servir tanto de bancos, quanto para guardar os brinquedos e livros.”

Uma brinquedoteca versátil, um espaço para jogos de videogame, leitura, filmes e uma bancada para desenhos torna o ambiente atrativo para as crianças, incentivando a criatividade, as brincadeiras e os estudos. “É necessário trabalhar os revestimentos, os objetos, a decoração e os espaços de uma forma que fique confortável, funcional e ao mesmo tempo interativo. O ladrilho hidráulico, o papel de parede e o adesivo garantem um ambiente mais divertido”, afirma Elisa.

Em relação às cores a serem trabalhadas no espaço, uma dica é o uso de cores que atendam todas as crianças (meninos e meninas). Quando se opta por uma só cor o uso do degradê é uma ótima ideia.

A arquiteta Solange Cálio afirma que a brinquedoteca não deve ser apenas um espaço para distrair as crianças, mas focado na socialização, na linguagem das crianças, no desenvolvimento da capacidade motora e nas habilidades dos pequenos. “O espaço deve ser dividido em algumas áreas criativas, por exemplo, um setor para atividades ligadas à cultura, como um pequeno palco, uma maquete para teatro de fantoches, um espaço para fantasias, uma pequena biblioteca para livros infantis e, nesse setor em específico, o mobiliário deve ser adequado para receber os pequenos leitores com tapetes, almofadas, um sofá infantil, lousas, criando um espaço aconchegante e convidativo.”

No setor de criatividade, Solange afirma que não pode faltar mesa e cadeiras infantis e materiais como lápis, giz de cera e papel. “Outro espaço que pode ser criado é o de brincadeiras tradicionais, como uma amarelinha desenhada no chão, pula cordas, entre outros.”

Segundo Solange, hoje, é muito fácil de encontrar materiais para a elaboração dos projetos arquitetônicos de brinquedotecas, como móveis, tintas e equipamentos de lazer que são acessíveis. Tudo isso pode ser incrementado com paredes coloridas ou silks e tintas especiais que são fáceis de lavar ou se transformam em superfícies para desenhos ou mural magnéticos.

A arquiteta urbanista Flávia Borges, afirma que a brinquedoteca precisa dar autonomia para as crianças e, ao mesmo tempo, segurança. “A criança precisa desde cedo aprender a criar gosto por seus brinquedos e entender como organizá-los e devolver ao local quando quiser trocar a brincadeira. O uso de prateleiras e estantes baixas e fixas na parede ajudam nesta autonomia, e sendo baixas impedem que a criança suba por elas. As prateleiras altas, se necessário, podem servir para armazenar os brinquedos mais decorativos ou de peças que quebram com facilidade.”  

Brinquedoteca Elisa Vasconcelos Brinquedoteca projetada pela arquiteta Elisa Vasconcelos (Foto: Guilherme Baffi)

Materiais diferentes

Na brinquedoteca, projetada para três crianças (dois meninos e uma menina), a arquiteta Elisa Vasconcelos usou a cor verde e suas variações nos armários, rodízios e caixas organizadoras, além da madeira. O ladrilho hidráulico com letras, utilizado no fundo do móvel com um futon e almofadas com composições de estampas, deu um toque ainda mais descontraído ao ambiente. Neste espaço, as crianças podem deitar, sentar e ainda colocar o futon no chão caso queiram deitar no chão para brincadeiras e jogar videogame.
A bancada em madeira é um espaço essencial para atender as necessidades das crianças. Sobre ela, foi criado vários nichos para guardar canetas, lápis e livros, que além de serem práticos, ajudam na hora da organização. As caixas organizadoras, sob o nicho da televisão, recebem rodízios de silicone assim como, os banquinhos que servem de apoio para as atividades criando várias possibilidades de usos em um mesmo ambiente. 

Serviço
Cia do Móvel, www.ciadomovel.com.br
Eduardo Petry, arquiteto de Curitiba, (41) 3323-4556
Elisa Vasconcelos, arquiteta, em Rio Preto, (17) 3353-2451
Fernanda Hoffmann, arquiteta de São Paulo, (11) 2362-4897
Flávia Borges, arquiteta urbanista, em Rio Preto, (17) 99108-7855
LojasKD, www.lojaskd.com.br
Simonetto, www.simonetto.com.br 
Solange Cálio, arquiteta, em Rio Preto, (17) 3519-4477 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso