Banda irlandesa Spellbound toca em Rio PretoÍcone de fechar Fechar

Rockabilly

Banda irlandesa Spellbound toca em Rio Preto

Rockabilly


    • São José do Rio Preto
    • máx min

Eles são da terra da gaita de fole, mas é tocando guitarra que conquistaram fama em toda a Europa. Os músicos da banda irlandesa Spellbound, que faz show hoje à noite no Sesc Rio Preto, são uma espécie de ‘filhos bastardos do rockabilly’, como eles mesmos se denominam. Com três décadas de história, entremeada por um hiato de dez anos, a Spellbound é uma das fortes representantes das bandas de psychobilly - estilo que mixa as origens do rock norte-americano dos anos 1950 com o punk londrino de 1970, além de algumas pitadas de ska e country.

Essa mistura, digna dos feitiços das bruxas que povoam o folclore da Irlanda (e também as canções da Spellbound), resulta em uma sonoridade selvagem e cheia de energia. Tudo isso com uma pegada bem ‘old school’, que é uma das marcas da banda irlandesa. “Temos todas as características do rockabilly nas nossas músicas, mas com a ‘selvageria’ do punk”, comenta o vocalista e guitarrista Frankie Hayes. Além dele, a Spellbound é formada por Simon Farrel (baixo), Glen Carrigg (bateria) e Gaz Marson (guitarra).

“Nós gostamos muito do que fazemos, começamos nisso por identificação e estamos até hoje pelo mesmo motivo. Nós não vivemos da banda. Não dá para sobreviver tocando psychobilly na Irlanda. Mas somos muito felizes e nos sentimos realizados. Nossa música já nos levou para diversas partes do mundo”, orgulha-se o líder da banda irlandesa. O último álbum, Stir it Up (2003), que marcou a volta da Spellbound após a morte do baixista da formação original, Lar Doyle, é a principal referência para quem quer ingressar no universo da banda irlandesa. 

 

 

Mas o repertório do show em Rio Preto envolverá os outros três álbuns que marcam a carreira do grupo. “Fizemos um apanhado de toda a nossa história e também incluímos algumas versões que apresentamos em nossos shows. Será uma apresentação divertida, pra dançar e tomar cerveja junto conosco”, avisa Hayes. A nova turnê brasileira da Spellbound segue até fevereiro, quando os músicos voltam para a Irlanda para finalizar New Blood, seu novo álbum, com lançamento previsto para maio. O título do disco (sangue novo) faz referência aos novos integrantes do grupo: Carrigg e Marson.

Segundo Hayes, o folk é a música que predomina na Irlanda, mas o rockabilly também tem sua força, principalmente nos tradicionais pubs que comandam a vida boêmia dos irlandeses. “É bem divertido ver todos aqueles irlandeses com algumas cervejas na cabeça cantando juntos abraçados em pubs”, diz. “O rockabilly também tem alguma força em nosso país, e é sempre bom ser referência em algo. Nós somos respeitados e podemos, por vezes, viajar pelo mundo apresentando nossa música, conhecendo gente e fazendo amigos. E essa é a melhor parte. Esperamos fazer muitos amigos em Rio Preto”, acrescenta Hayes.

Serviço

  • Show da banda Spellbound. Hoje, às 21h30. Sesc Rio Preto. Gratuito

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital