X
X

Diário da Região

19/09/2015 - 20h52min

No Pacaembu

Palmeiras bate Grêmio, vence 3ª seguida e entra no G4 do Brasileirão

No Pacaembu

Luis Mauro/Gazeta Press Rafael Marques fez o terceiro gol da vitória palmeirense (Foto: Luis Mauro/Gazeta Press)
Rafael Marques fez o terceiro gol da vitória palmeirense (Foto: Luis Mauro/Gazeta Press)

O Palmeiras está no G4. A vitória importante sobre o Grêmio por 3 a 2, conquistada na noite deste sábado, no Pacaembu, confirmou a ascensão da equipe, que soma três triunfos seguidos e tem o melhor ataque do torneio, com 48 gols. Para confirmar a vaga entre os quatro melhores, a equipe depende de tropeços de São Paulo e Flamengo nos jogos deste domingo.

O destaque palmeirense foi o jogo coletivo, principalmente do ataque, com belas atuações de Barrios, Gabriel Jesus e Rafael Marques. E a bola aérea do time continua mortal. O Grêmio sentiu falta dos titulares que não puderam jogar, mas se mantém em terceiro lugar, com 48 pontos - os palmeirenses, no quarto lugar, têm 44.

A força ofensiva do Palmeiras, especialmente na jogada aérea, foi um diferencial antes mesmo de os times se estudarem taticamente. Aos seis minutos, Robinho cruzou e Vitor Hugo fez de cabeça. O gol teve grande colaboração do goleiro Tiago, que vacilou na saída - ele foi o substituto do contundido Marcelo Grohe. Esse é um ponto fortíssimo do Palmeiras, equipe que mais gols de cabeça fez no Campeonato Brasileiro.

Outra qualidade da equipe da casa foi a marcação adiantada e ativa, sempre com dois jogadores cercando a bola. Era uma entrega que mostrava que a vitória dependia de cada lance. Com seis desfalques, entre eles Maicon e Giuliano, responsáveis diretos pelo jeito de o time construir as jogadas, o Grêmio não conseguia penetrar e só chegou com chutes de fora da área, como o de Douglas aos 13.

Mas o Palmeiras foi repetitivo também em suas falhas defensivas. Depois de errar na goleada sobre o Fluminense, o zagueiro Jackson deu um passe curto para Rafael Marques em um local perigoso, e o Grêmio roubou. A bola chegou para Douglas, que deixou Luan livre para empatar.

Com um ritmo acelerado, lá e cá, a partida não permitia pausas para recuperar o fôlego. Quando o Grêmio chamava para si o controle, com o toque de bola que é sua marca, o Palmeiras fez o segundo gol. Após boa jogada de Gabriel Jesus, a bola passou de pé em pé até encontrar Lucas. Ele fez cruzamento perfeito, e Barrios marcou o seu quarto gol em dois jogos (havia feito três contra o Fluminense). Atualizando a estatística: 18º gol de cabeça do Palmeiras.

Mesmo com menos posse de bola, o Palmeiras finalizava mais. Uma jogada importante, que permitiu vários lances de perigo, foi a virada de jogo de Robinho para os avanços - sempre precisos - de Lucas. Como Fernandinho ia e não voltava nunca, o lateral deitava e rolava. O Grêmio demorou para fazer bem essa cobertura e sofreu pelo lado direito.

Não era possível que o jogo continuasse naquele ritmo alucinante. Mas embora mais cadenciada, a partida continuou aguda. O terceiro gol do Palmeiras teve grande participação de Robinho, que cresceu na etapa final. Ele roubou a bola e cruzou para Jesus, que ajeitou para Rafael Marques: 3 a 1.

Mesmo com a vantagem, o Palmeiras continuou ofensivo e diminuiu os espaços de reação do time do Sul. A fatura do jogo intenso da etapa inicial chegou lá pelos 30, primeiro para o time da casa. E o Grêmio cresceu na base do entusiasmo. Com o pênalti de Amaral - ele entrou no lugar de Arouca - convertido por Luan, o Grêmio voltou para o jogo aos 40. Os palmeirenses sofreram até celebrar o triunfo.

PALMEIRAS - 3

Fernando Prass; Lucas, Jackson, Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Thiago Santos, Arouca (Amaral) e Robinho (Allione); Rafael Marques, Gabriel Jesus e Lucas Barrios. Técnico: Marcelo Oliveira.

GRÊMIO - 2

Tiago; Lucas Ramon (Bobô), Bressan, Erazo e Marcelo Oliveira; Walace, Moisés, Douglas e Fernandinho (Everton); Luan e Pedro Rocha (Yuri Mamute). Técnico: Roger Machado.

GOLS - Vitor Hugo aos 6, Luan aos 20 e Barrios, aos 31 minutos do primeiro tempo; Rafael Marques aos 13 e Luan (pênalti) aos 40 minutos do segundo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS - Bressan, Lucas Ramon, Arouca, Thiago Santos, Marcelo Oliveira e Moisés.

RENDA - R$ 971.475,00,00.

PÚBLICO - 23.983 pagantes.

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso