X
X

Diário da Região

06/10/2015 - 07h30min

Teresina

Jogo sob calor de 39°C no Piauí pode render uma multa de R$ 1 milhão à CBF

Teresina

O Ministério Público do Trabalho (MPT) no Piauí ajuizou nesta segunda-feira uma ação civil pública na qual pede indenização da CBF por danos morais coletivos no valor de R$ 1 milhão sob a acusação de que a entidade submeteu atletas a condições insalubres durante a vitória do Tiradentes-PI por 10 a 0 sobre o Viana-MA, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro feminino, em jogo realizado em Teresina no dia 23 do mês passado. O jogo foi disputado no estádio Albertão às 15 horas. A temperatura no horário da partida chegou aos 39°C. Oito jogadoras do Viana passaram mal. Cinco delas foram levadas ao hospital de Urgência de Teresina, onde foram diagnosticadas com desidratação devido ao forte calor. "O horário é incompatível para a prática do futebol no Piauí. Não poderia ter resultado diferente", criticou o procurador Edno Moura. Peritos do Ministério Público do Trabalho realizaram inspeção no local e constataram que o horário das 15 horas era inadequada para a prática saudável do esporte. "Tanto a Federação Piauiense de Futebol como, principalmente, a CBF, demonstraram total descaso com a saúde, a segurança e o conforto das atletas, obrigando-as a jogar sob altíssimas temperaturas, baixa umidade e incidência elevada de raios solares", afirmou o procurador do trabalho. CALOR - Para verificar a intensidade da exposição ao calor, o MP fez testes com um aparelho utilizado para medir os patamares aceitáveis de trabalho sob altas temperaturas. O índice máximo é de 31,1. Na medição realizada na inspeção foi verificado o índice de 37,1. "Não se pode negar que as atletas jogaram em condições aviltantes, com severos riscos à saúde", disse o procurador. O Ministério Público do Trabalho propôs a assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta com a Federação Piauiense para que não sejam marcadas partidas de futebol no Estado do Piauí em horário inferior às 17 horas sob risco de multa de R$ 100 mil por jogo. Em 2012 já foi instaurado no Piauí um inquérito civil para apurar denúncia de que atletas com idade entre 16 e 17 anos estariam participando de campeonatos organizados pela Federação Piauiense de Futebol sem as mínimas condições de saúde e segurança.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso