X
X

Diário da Região

28/01/2016 - 12h13min

Brasília

Tesouro vê cumprimento da meta do Governo Central, mesmo retirando passivos

Brasília

O secretário interino do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira, afirmou nesta quinta-feira, 28, que houve o cumprimento da meta estabelecida para o Governo Central em 2015, inclusive retirando o abatimento do pagamento de passivos a bancos públicos e FGTS, as chamadas "pedaladas" fiscais. Em dezembro, o Congresso Nacional aprovou mudança na meta fiscal, que passou a ser de um déficit de até de R$ 118,7 bilhões, sendo um déficit fiscal de R$ 51,8 bilhões, mais o abatimento de R$ 55,8 bilhões das pedaladas fiscais e de outros R$ 11,05 bilhões relativos à frustração de receitas com o leilão de hidrelétricas, que só entra no caixa do Tesouro Nacional neste ano. O resultado do Governo Central em 2015 foi deficitário em R$ 114,985 bilhões. Excluindo o pagamento das pedaladas, o déficit seria de R$ 59,4 bilhões, ainda abaixo do limite permitido de R$ 62,85 bilhões, incluindo o abatimento das frustrações de receitas das hidrelétricas. Ele ressaltou que o cumprimento ou não da meta do setor público só poderá ser analisado na sexta-feira, 29, depois da divulgação da meta do setor público pelo Banco Central, que poderá ser diferente do número do Tesouro Nacional por discrepância estatística. Segundo Ladeira, porém, não deverá haver diferenças importantes entre as duas metodologias em relação ao pagamento das pedaladas. Diferenças Ladeira disse que houve uma diferença positiva de R$ 3,7 bilhões entre o resultado do Governo Central, de R$ 114,985 bilhões, e a meta para o resultado primário do Governo Central de 2015, que, após mudanças pelo Congresso Nacional ficou em um déficit de até R$ 118,7 bilhões. O secretário ressaltou que o pagamento dos passivos a bancos públicos e ao FGTS, as chamadas pedaladas fiscais, alterou o resultado do ano. Desconsiderando as pedaladas, o déficit do ano seria de R$ 59,4 bi (-1,01% do PIB). Dezembro Otávio Ladeira afirmou os pagamentos de passivos, as chamadas pedaladas fiscais, teve forte influência no resultado de dezembro. O último mês do ano passado teve déficit de R$ 60,727 bilhões, sendo que um total de R$ 55,8 bilhões foram pagos de passivos junto a bancos públicos e ao FGTS. De acordo com o secretário, o resultado do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) também foi influenciado pelo pagamento das pedaladas. 2016 O secretário interino do Tesouro disse que a meta fiscal de 2016 é oficialmente de um superávit primário 0,5% do PIB para o setor público e esse valor será perseguido pelo governo. Ele ponderou que o Ministério da Fazenda está reavaliando receitas e despesas e vai apresentar novos números em meados de fevereiro. "Fica mais claro o quadro fiscal, inclusive a expectativa de arrecadação de CPMF e outras (fontes)", afirmou. O valor atual considera um superávit de R$ 30,6 bilhões do setor público, sendo R$ 24 bilhões do governo central e R$ 6,6 bilhões para os governos regionais. Hidrelétricas Ladeira informou ainda que toda a receita com o leilão de hidrelétricas, realizado no fim do ano passado, entrará nas contas de janeiro. O valor total é de R$ 17 bilhões.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso