X
X

Diário da Região

05/08/2015 - 13h16min

Brasília

Produtos agropecuários puxam alta de 2,77% do IC-BR em julho

Brasília

Depois da estabilidade de junho (-0,01%), os preços dos produtos básicos que mais afetam a inflação no Brasil subiram 2,77% em julho. De acordo com divulgação feita nesta quarta, 5, o Índice de Commodities do Banco Central (IC-Br) registrou a alta na margem, puxada unicamente pelos produtos agropecuários, já que os do segmento de metal e energia apresentaram queda de junho para julho. Segundo o BC, o IC-Br passou de 158,28 pontos para 162,67 pontos de um mês para o outro. Ao longo de todo o ano passado, o indicador subiu 5,47%. Em janeiro de 2015, caiu 5,14%; em fevereiro, avançou 4,97% e, em março, disparou, 7,88%. Em abril foi registrada queda de 2,14%. Em maio, houve alta de 0,76%. No trimestre de maio a julho deste ano, o índice registra alta de 3,54% e, em 12 meses, de 15,93%. No acumulado do ano, há uma elevação de 8,85%. Para efeitos de comparação, o BC também divulga em seu documento que o indicador internacional de commodities, o CRB, subiu 1,58% na comparação mensal, e segue em alta de 6,14% na trimestral. Em 12 meses, mantém-se no terreno positivo (22,79%), assim como no acumulado do ano (13,92%). O grupo energia teve retração de 3,91%, na comparação mensal. Esse grupo tem queda de 3,65% nos três meses encerrados em julho e recuo de 15,40% em 12 meses. No acumulado do ano, no entanto, a alta verificada é de 5,05%. Neste segmento, estão inclusos preços de gás natural, carvão e petróleo. No caso dos preço de metais - alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel - a queda em julho foi de 0,90% na margem, enquanto no trimestre, houve uma perda de 3,13%. Em 12 meses, a alta é de 11,11% e, no acumulado do ano, de 2,75%. Ainda sobre o mês passado, o único grupo a apresentar alta de preços foi o segmento agropecuário. Itens como carne de boi, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco, entre outros, subiram 2,77% em julho ante junho. No trimestre, há uma alta de 3,54%. No acumulado de 12 meses, o grupo tem elevação de 15,93% e, no ano, o indicador está positivo em 8,85%.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso