X

Diário da Região

30/06/2015 - 00h00min

No bolso do motorista

Pedágio fica mais caro nas rodovias estaduais paulistas

No bolso do motorista

Hamilton Pavam/Arquivo O pedágio ficará mais caro a partir do dia 1 de julho
O pedágio ficará mais caro a partir do dia 1 de julho

Motoristas, se preparem. A partir de amanhã, 1º de julho, os pedágios das rodovias estaduais paulistas estarão em média 5,32% mais caros, anunciou ontem o governo do Estado de São Paulo, pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). Com o reajuste, o motorista que fizer uma viagem de ida e volta de Rio Preto a São Paulo terá que desembolsar R$ 155,40, uma alta de 4,85% na comparação com o que ele paga hoje, R$ 148,20.

O reajuste deste ano é um pouco superior ao aplicado em 2014, quando os pedágios subiram, em média, 5,29%. O trajeto de Rio Preto a São Paulo conta com nove praças de pedágio, independente da rodovia escolhida para a viagem, seja Anhanguera ou Bandeirantes. Todas com cobrança nos dois sentidos. Contando apenas a ida, o preço total da viagem será de R$ 77,70. A praça mais cara do trecho fica em Araraquara, ainda na rodovia Washington Luís, com uma tarifa de R$ 14,20. 

A segunda mais cara é a de Catiguá, localizada na região de Rio Preto, também na Washington Luís. Ali, o motorista precisa desembolsar R$ 13,40. Já a praça com o pedágio mais barato fica em Itirapina, também na Washington Luís, com uma tarifa de R$ 4,60. Segundo a Artesp, conforme os contratos de concessão, em 12 concessionárias será aplicado o IGP-M acumulado entre junho de 2014 e maio de 2015, registrado em 4,11%. Os outros sete contratos de concessões rodoviárias de São Paulo preveem o IPC-A como índice, que registrou 8,47% no mesmo período.

Para o economista Hipólito Martins Filho, o reajuste é necessário e o valor médio aplicado está aceitável. “Lógico que o momento econômico não é dos melhores, mas é bom ver que, em média, a alta será menor que a inflação atual, que, atualmente, no acumulado de 12 meses, é de 8,47%. Sem o repasse do governo, não há como manter nossas rodovias e não podemos negar que o Estado de São Paulo tem uma boa malha.” Entretanto, o consumidor pode esperar o repasse desse valor nos produtos.

“Hoje em dia, 63% de tudo que é transportado no Brasil é feito por rodovias. Sendo assim, as empresas devem repassar o reajuste do pedágio no frete cobrado e os revendedores provavelmente repassarão o aumento no frete no valor final do produto para o consumidor”, explica Martins Filho. Segundo o governo do Estado, o pedágio é o principal recurso para manter as rodovias concedidas. Somente a operação e conservação da malha rodoviária sob concessão custa, em média, R$ 190,7 milhões por mês. Em obras de ampliação, foram investidos mais de R$ 9 bilhões desde 2011. 

Além disso, desde o início do Programa de Concessões Rodoviárias paulista, em 1998, até abril deste ano, as pistas já receberam mais de R$ 82,4 bilhões em obras, conservação e melhorias. Verbas essas provenientes das tarifas de pedágio, sem nenhum centavo dos cofres públicos. O governo ainda afirma que vem tomando medidas para baratear os pedágios e, com isso, evitar que o reajuste médio acumulado entre 2013 e 2015 fosse de 22,91%. Nesse período, o acumulado foi de 11,09%.

 

Arte - Pedágios entre Rio Preto e São Paulo Clique aqui para ampliar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>> Leia aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso