X
X

Diário da Região

06/02/2015 - 20h01min

São Paulo

Indústria de transformação do País perde 164 mil empregos em 2014

São Paulo


A indústria de transformação brasileira perdeu 164 mil empregos em 2014, o que significa uma queda de 2% no estoque de vagas formais ante 2013.

Foi a primeira vez, nos últimos 13 anos, que as demissões no setor superaram as admissões. Os dados são da pesquisa "A importância da indústria de transformação na ótica do emprego", do Departamento de Competitividade e Tecnologia (Decomtec) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), com base em números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Com o resultado do ano passado, o levantamento mostra que a indústria de transformação foi o setor que mais perdeu participação no emprego entre 2002 e 2013, com uma queda de 3,1 pontos porcentuais (pp) no período. Em seguida aparecem a agropecuária (-1,6 pp) e intermediação financeira (-0,5 pp). Apesar disso, a indústria continua como segundo setor da economia com maior número de empregos formais e aquele com maior massa salarial (desconsiderando a administração pública).

"Desde a crise financeira internacional, o crescimento do estoque de emprego da indústria da transformação brasileira tem experimentado acentuada desaceleração, como consequência da perda de competitividade do setor industrial", afirma o estudo, destacando que, mesmo em 2009, ano da crise mundial, houve geração líquida de empregos pelo setor. A pesquisa ressalta que, ao mesmo tempo em que o emprego diminui, a produção física do setor está "estagnada" desde 2010, "e não se observa uma tendência firme de recuperação".

"Se permanecer a média de produção de janeiro a novembro de 2014, haverá uma queda da produção física da indústria de transformação de 3,1% em relação a 2013", prevê o levantamento. O estudo afirma que o dinamismo do consumo entre 2003 e 2013, quando as vendas do comércio cresceram 118%, não foi acompanhado pela produção física do setor, que aumentou 27% no período. De acordo com a pesquisa, o crescimento do consumo interno "foi suprido primordialmente por produtos importados".

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso