X
X

Diário da Região

01/10/2015 - 17h47min

São Paulo

Ibovespa tem terceira alta seguida puxada por Vale

São Paulo

A Bovespa inaugurou o último trimestre do ano em alta, perfazendo seu terceiro pregão consecutivo de elevação. A sessão desta quinta-feira, 1, não foi linear, sendo marcada pela volatilidade na primeira etapa de negociação e queda do índice em alguns momentos do dia. Vale e bancos subiram e puxaram os ganhos de hoje. O Ibovespa terminou o pregão em alta de 0,56%, aos 45.313,27 pontos. Na mínima, marcou 44.789 pontos (-0,60%) e, na máxima, 45.547 pontos (+1,08%). Nestes três dias no azul, subiu 3,08%. No ano até hoje, acumula perda de 9,39%. O giro financeiro totalizou R$ 6,220 bilhões. Os investidores gostaram dos números apresentados pela China, o que favoreceu a forte evolução dos papéis da Vale. O índice dos gerentes de compras (PMI) oficial da indústria da China subiu de 49,7 em agosto para 49,8 em setembro, ante previsão de estabilidade. A leitura seguiu abaixo de 50, indicando contração da atividade, mas alguns viram a estabilização no indicador como um sinal de que os estímulos anunciados por Pequim começam a funcionar. Já o PMI industrial chinês elaborado pela Markit e pela Caixin Media caiu de 47,3 em agosto para 47,2 em setembro, no menor patamar em 78 meses. Mas os números conhecidos nos EUA apagaram o bom humor, entre eles os pedidos de auxílio-desemprego, que subiram 10 mil na última semana nos EUA, para 277 mil, acima da previsão de 271 mil. As bolsas norte-americanas, assim, passaram a tarde no vermelho e levaram a Bovespa a inverter a trajetória na hora do almoço. O fechamento, no entanto, foi melhor do que o visto durante a tarde. O Dow Jones fechou em baixa de 0,08%, aos 16.272,01 pontos. Mas o S&P subiu 0,20%, aos 1.923,82 pontos, e o Nasdaq terminou com elevação de 0,15%, aos 4.627,08 pontos. Vale, ajudada pelos dados da China e também pela alta do dólar, subiu 3,86% na ON e 4,50% na PN. Petrobras, por outro lado, até abriu em alta, mas, na esteira da inversão para baixo do preço do petróleo, devolveu os ganhos e fechou em baixa, de 1,99% na ON e de 3,04% na PN. Bancos, por sua vez, fecharam majoritariamente em alta: Bradesco PN, +1,35%, Itaú Unibanco PN, +1,43%, Santander unit, +2,38%, mas BB ON caiu 1,91%.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso