X
X
  • POLÍTICA
  • ECONOMIA
  • 19/09/2015 - 09h24min

    São Paulo

    GE transfere investimentos dos EUA para expandir operação em Petrópolis

    São Paulo

    A fabricante de turbinas de avião GE Aviation vai investir US$ 55 milhões na GE Celma, unidade de revisão e montagem localizada em Petrópolis (RJ), nos próximos três anos. O investimento foi anunciado esta semana e faz parte de uma estratégia da multinacional norte-americana de expandir seus negócios fora dos Estados Unidos. Cerca de 90% do montante será utilizado para a construção de um banco de testes do motor Genx, o modelo mais moderno da GE Aviation, utilizado, por exemplo, no Boeing 787 Dreamliner. A GE Celma começou este ano a revisar o motor, serviço que também pode ser feito na unidade do grupo da Escócia. Cada turbina que sai da oficina é testada em um banco de provas, que simula o funcionamento de um avião e situações de estresse. A GE Celma já tem dois simuladores no Brasil - em Petrópolis e no Rio -, mas eles não são compatíveis com o novo motor. Hoje a companhia tem de enviar os Genx revisados no Brasil para fazer os testes no exterior e só depois entregá-los ao cliente. A GE Celma está em fase de aquisição de um terreno para construir o banco de provas no município de Três Rios, a cerca de 40 km de Petrópolis. As obras começam no primeiro semestre de 2016 e devem ser concluídas até 2018. "Esse investimento nos deixará mais competitivos para revisar os modelos Genx no Brasil para o mundo inteiro", disse o presidente da GE Celma, Julio Talon. Atualmente, a empresa leva em média 100 dias entre retirar a turbina no hangar do cliente e devolvê-la. Com a realização dos testes no Brasil, a companhia espera reduzir em pelo menos 15 dias esse prazo. Nas outras turbinas revisadas e testadas na oficina, o prazo de entrega médio da GE Celma é de 65 dias. De acordo com Talon, a empresa não está imune às turbulências da economia brasileira, já sente o impacto da inflação e do aumento dos custos de energia e tamb&ea
  • ESPORTES
  • Nossas Publicações

    Nossas Jornais

    Esqueci minha senha
    Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

    Já sou assinante

    Para continuar lendo esta matéria,
    faça seu login de acesso:

    É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
    É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

    Assine o Diário da Região Digital

    Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

    Assine agora

    Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
    OUTROS PACOTES


    ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

    Cadastro Grátis
    Diário da Região
    Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
    Sexo
    Defina seus dados de acesso
  • É a vida
  • Entre Livros e Palavras
  • Luz, Câmera & Ação
  • Maternidade real
  • Papo Cultural
  • Bem-Vindo ao Diário da Região

  • 19/09/2015 - 09h24min

    São Paulo

    GE transfere investimentos dos EUA para expandir operação em Petrópolis

    São Paulo

    A fabricante de turbinas de avião GE Aviation vai investir US$ 55 milhões na GE Celma, unidade de revisão e montagem localizada em Petrópolis (RJ), nos próximos três anos. O investimento foi anunciado esta semana e faz parte de uma estratégia da multinacional norte-americana de expandir seus negócios fora dos Estados Unidos. Cerca de 90% do montante será utilizado para a construção de um banco de testes do motor Genx, o modelo mais moderno da GE Aviation, utilizado, por exemplo, no Boeing 787 Dreamliner. A GE Celma começou este ano a revisar o motor, serviço que também pode ser feito na unidade do grupo da Escócia. Cada turbina que sai da oficina é testada em um banco de provas, que simula o funcionamento de um avião e situações de estresse. A GE Celma já tem dois simuladores no Brasil - em Petrópolis e no Rio -, mas eles não são compatíveis com o novo motor. Hoje a companhia tem de enviar os Genx revisados no Brasil para fazer os testes no exterior e só depois entregá-los ao cliente. A GE Celma está em fase de aquisição de um terreno para construir o banco de provas no município de Três Rios, a cerca de 40 km de Petrópolis. As obras começam no primeiro semestre de 2016 e devem ser concluídas até 2018. "Esse investimento nos deixará mais competitivos para revisar os modelos Genx no Brasil para o mundo inteiro", disse o presidente da GE Celma, Julio Talon. Atualmente, a empresa leva em média 100 dias entre retirar a turbina no hangar do cliente e devolvê-la. Com a realização dos testes no Brasil, a companhia espera reduzir em pelo menos 15 dias esse prazo. Nas outras turbinas revisadas e testadas na oficina, o prazo de entrega médio da GE Celma é de 65 dias. De acordo com Talon, a empresa não está imune às turbulências da economia brasileira, já sente o impacto da inflação e do aumento dos custos de energia e também sofrerá com um eventual aumento da carga tributária. "Mesmo assim, o grupo decidiu investir no Brasil pelo histórico de competitividade da unidade brasileira, que tem o menor prazo de entrega do grupo, e porque sentimos menos a crise nacional, já que 95% da nossa receita vêm de clientes estrangeiros", disse. Por ser essencialmente uma exportadora de serviços, a GE Celma está se beneficiando da alta do dólar. "A variação cambial não foi um fator de decisão do investimento, que mira o longo prazo. Mas ajuda a empresa, porque temos receitas em dólar e despesas em real, então ficamos mais competitivos para disputar contratos internacionais", disse Talon. A companhia prevê revisar 400 turbinas em 2015 e faturar cerca de US$ 1,4 bilhão. Até 2020, a meta é chegar a 500 unidades revisadas por ano e abrir 200 vagas de emprego. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

    Di´rio Im&ocute;veis

    Di´rio Motors

    Esqueci minha senha
    Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

    Já sou assinante

    Para continuar lendo esta matéria,
    faça seu login de acesso:

    É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
    É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

    Assine o Diário da Região Digital

    Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

    Assine agora

    Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
    OUTROS PACOTES


    ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

    Cadastro Grátis
    Diário da Região
    Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
    Sexo
    Defina seus dados de acesso