X
X

Diário da Região

08/12/2015 - 10h49min

Bruxelas

Fundo Único de Resolução da UE terá financiamento inicial de 55 bilhões de euros

Bruxelas

Os ministros das Finanças da União Europeia (UE) fecharam um acordo para financiar as fases iniciais do Fundo Único de Resolução, no valor de 55 bilhões de euros (US$ 59,66 bilhões). O fundo, que foi aprovado e criado em 2014, em resposta à crise da dívida soberana da zona do euro, tem como objetivo cortar a ligação entre bancos fracos e as finanças do governo, colocando um fim nos empréstimos caros diante da necessidade de salvamentos. O fundo será construído ao longo dos próximos oito anos para finalmente realizar o financiamento de 55 bilhões de euros, impondo taxas sobre os bancos. O fundo faz parte do Mecanismo de Resolução Única, a autoridade central que irá supervisionar o fechamento ou reestruturação de falência dos bancos grandes na zona do euro a partir de janeiro 2016. Para garantir que o fundo consiga salvar os bancos já a partir do início do próximo ano, antes de ser totalmente financiado, ministros das Finanças da zona do euro concordaram nesta terça-feira em criar linhas de crédito nacionais que irão cobrir quaisquer insuficiências de financiamento temporário e garantir que o fundo seja suficientemente financiado a partir de janeiro, quando novas regras entram em vigor. Formuladores de política da Europa esperam que com este fundo seja possível impedir resgates governamentais caros e evitar um pânico nos mercados como o que ocorreu após falências bancárias anteriores. Como parte do acordo, países da zona euro vão emprestar o dinheiro do fundo por meio de linhas de crédito nacionais caso uma injeção de capital seja necessária para resgatar um dos seus bancos. Linhas de crédito individuais "serão desenhadas em último caso", disse o comunicado, uma vez que todas as outras fontes de financiamento - incluindo o uso de novas regras para a imposição de perdas sobre os acionistas dos bancos e credores - não foram esgotadas. Os ministros de Finanças da UE acordaram igualmente que, a longo prazo, uma vez que o fundo for financiado integralmente, eles também devem decidir sobre um valor adicional permanente. O valor seria usado no caso de o fundo de resolução precisar resgatar um banco com um valor maior que os 55 bilhões de euros. A maioria dos ministros de Finanças têm argumentado que, em tal caso, o fundo deve ser apoiado pelo Mecanismo Europeu de Estabilidade - o fundo de resgate da zona do euro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso