X
X

Diário da Região

06/10/2015 - 11h13min

São Paulo

Bovespa sobe com Petrobras e virada da Vale

São Paulo

A Bovespa passou a subir pouco antes da abertura desta terça-feira, 6, das bolsas de valores em Manhattan, que abriram sem uma direção única na segunda metade da manhã. No Brasil, o mercado de ações também abriu sem uma direção clara, primeiramente em leve queda e, pouco depois, em leve alta. A valorização do Ibovespa está alicerçada no comportamento altista dos papeis da Petrobras, que anunciou na segunda-feira, 5, corte de investimentos, e também na virada das ações da Vale. Às 10h44, o Ibovespa subia 0,65% aos 47.905,92. Na máxima, chegou aos 47.792 pontos. Caso se mantenha no campo positivo até o encerramento da sessão, o indicador vai marcar seis pregões consecutivos em alta. Nos últimos cinco fechamentos, o indicador acumulou ganhos de 8,28%. A alta, entretanto, ainda não foi suficiente para alterar o sinal negativo na variação do Ibovespa no ano (que estava em -4,70% no horário acima). Entre as maiores altas na carteira Ibovespa, estão as ações ON da Petrobras (+2,13% às 10h30). Na avaliação dos analistas do BofA Merril Lynch, a meta de corte de custos em US$ 6 bilhões para 2016, anunciada na segunda-feira pela petroleira, é agressiva mas é positiva. O BofA, entretanto, pontua que o cenário para a companhia continua difícil. O petróleo também contribui para o movimento, visto que o preço da commodity avança no mercado internacional. As ações da Vale, que eram negociadas em queda mais cedo, viraram e passaram a subir contribuindo para a alta do Ibovespa. A ON da mineradora subia 0,94% no horário acima. O preço do minério de ferro ficou estável no mercado à vista chinês em US$ 54 a tonelada seca, de acordo com dados do The Steel Index. Esse valor segue a referência do insumo com teor de concentração de 62% negociado no Porto de Tianjin, na China As declarações de lideranças da agência de classificação de risco Moody's em São Paulo nesta manhã atraíram a atenção dos agentes econômicos. As afirmações serviram como um alívio ao clima de tensão e cautela quanto à votação dos vetos presidenciais e também à apreciação à noite do pedido de impugnação da candidatura da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer. Os dirigentes da Moody's sinalizaram que há condições de o Brasil manter o grau de investimento em fórum que está sendo realizado em São Paulo nesta terça-feira. Os executivos também disseram que o rating do Brasil hoje é compatível com outros países que também estão no patamar Baa3, que é o último nível do grau de investimento. Outros soberanos que estão no mesmo patamar do Brasil são países como Índia, Indonésia e Turquia. Em tempo: O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, afirmou que o ministro do TCU Augusto Nardes tem de se afastar de relatoria das contas do governo.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso