X
X

Diário da Região

25/09/2015 - 14h33min

São Paulo

Bolsas europeias sobem impulsionadas por fala de Yellen sobre economia mundial

São Paulo

As principais bolsas da Europa encerraram o pregão desta sexta-feira, 25, em alta, reduzindo perdas da semana. Os investidores se animaram com comentários um pouco mais otimistas da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Janet Yellen, sobre a economia mundial. O índice pan-europeu Stoxx 600 terminou em alta de 2,84%, aos 349,28 pontos, mas acumulou perda semanal de 1,55%. Desde a semana passada, quando o Fed justificou a manutenção da taxa de juros devido a preocupações com a economia mundial, os mercados acionários globais entraram em trajetória de queda. Dados fracos da China, publicados na terça-feira, contribuíram para dar mais gás à onda de vendas. No entanto, o discurso de Yellen no início da noite de quinta-feira arrefeceu o mau humor dos mercados. A presidente do Fed disse que o crescimento internacional não é fraco o suficiente para ter um impacto de longo prazo sobre a política monetária dos EUA e reafirmou que os juros no país vão subir este ano. "A névoa que tomou conta dos mercados na semana passada foi dissipada. O tom de Yellen ofereceu a clareza que a maioria dos investidores estava procurando", escreveu, em nota, Lukman Otunuga, analista de pesquisa da FXTM. Diante dos sinais otimistas, os investidores foram às compras de ações na Europa. Na Alemanha, os papéis da BMW terminaram em alta de 4,24%, depois de revista Auto Bild dizer que não há evidência de manipulação de testes de emissão de poluentes pela empresa. As ações da Volkswagen, por sua vez, cederam 4,32%. A bolsa de Frankfurt terminou em alta de 2,77%, aos 9.688,53 pontos. Na semana, porém, o índice DAX recuou 2,30%, pressionado pela descoberta da fraude da Volkswagen. Em Paris, as ações de montadoras também subiram, com a Peugeot ganhando 0,69% e a Renault marcando +2,18%. As empresas de luxo tiveram forte avanço: Kering disparou 6,18% e LVMH Moet Hennessy Louis Vuitton saltou 4,93%. O índice CAC-40 encerrou em alta diária de 3,07%, aos 4.480,66 pontos, mas baixa semanal de 1,22%. O setor de luxo também se destacou no mercado acionário italiano. Os papéis da Tod's subiram 2,38% e da Salvatore Ferragamo ganharam 6,10%. A bolsa de Milão terminou em alta de 3,68%, aos 21.339,11 pontos. Mas, no acumulado semanal, o índice FTSE-MIB recuou 0,82%. A bolsa de Madri fechou em alta diária de 2,45%, aos 9.519,50 pontos, mas teve queda semanal de 3,33%, pressionada pelos temores envolvendo o referendo na Catalunha, que vai ser realizado no domingo. A bolsa de Lisboa subiu hoje 2,04%, para 5.059,51 pontos, mas caiu 0,31% na semana. A única bolsa a ter ganho diário e semanal foi a de Londres, que subiu 2,47%, para 6.109,01 pontos, e avançou 0,08% em relação ao pregão de sexta-feira passada. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso