Bolsas europeias fecham em alta, puxadas por petroleiras, mineradoras e bancosÍcone de fechar Fechar
    • São José do Rio Preto
    • máx min
As bolsas europeias fecharam nesta terça-feira, 26, em alta, impulsionadas pela recuperação dos preços do petróleo, que ontem haviam recuado mais de 5%. A commodity ganhou força após comentários de representantes de membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), como o ministro do Petróleo do Irã, que afirmou crer que a Arábia Saudita está mais flexível quanto a um corte na produção. O índice pan-europeu Stoxx Europe 600 encerrou a sessão com alta de 0,87%, aos 339,20 pontos. Petroleiras e mineradoras lideraram os ganhos na Bolsa de Londres, onde o índice FTSE-100 fechou com +0,59%, aos 5.911,46 pontos. BP subiu 1,81% e Anglo American disparou 11,80%. A unidade de diamantes da Anglo American, a De Beers, informou que as vendas de diamantes brutos geraram US$ 540 milhões durante seu primeiro ciclo de vendas de 2016, encerrado ontem, o dobro dos US$ 248 milhões no ciclo anterior. Em Frankfurt, o índice DAX avançou 0,89%, para 9.822,75 pontos. A Siemens terminou em alta de 8,6%, depois de anunciar que seu lucro líquido aumentou 42% no primeiro trimestre fiscal de 2016, encerrado em 31 de dezembro, e elevar suas projeções para o ano. Deutsche Bank, que publica seus resultados trimestrais na quinta-feira, subiu 3,07%. A Bolsa de Paris chegou ao fim dos negócios com alta de 1,05% no índice CAC-40, aos 4.356,81 pontos. A petroleira Total avançou 2,9%, mas o setor bancário também teve desempenho forte: BNP Paribas subiu 2,0%, Crédit Agricole ganhou 2,5% e Société Générale registrou +2,4%. O índice FTSE-MIB, de Milão, subiu 1,51%, para 18.923,83 pontos, puxado pelos bancos. Está marcada para esta terça-feira uma reunião entre representantes do governo da Itália e da União Europeia para tratar de um mecanismo para ajudar os bancos italianos a reduzirem a dívida inadimplente em suas carteiras. Uni Banca avançou 8,6%, Banco Popolare ganhou 6,2% e UniCredit subiu 4,0%. Madri teve alta de 1,46% no índice Ibex-35, para 8.692,50 pontos, e em Lisboa o PSI-20 subiu 1,56%, para 4.923,10 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)