X
X

Diário da Região

06/10/2015 - 15h13min

São Paulo

Aneel aprova edital de leilão 05/2015, com maior proteção a empreendedores

São Paulo

A Aneel aprovou nesta terça-feira, 6, o edital do Leilão nº 5/2015, a ser realizado no próximo dia 6 de novembro. O certame ocorrerá na sede da BM&FBovespa, em São Paulo, a partir das 14 horas, e será composto por 12 lotes com empreendimentos de linhas de transmissão. Está previsto para o mesmo dia o leilão de relicitação de 29 usinas de geração de energia, um certame no qual o governo federal pretende captar R$ 17 bilhões com o pagamento de outorgas. Os lotes do leilão de transmissão, caso contratados, devem demandar investimento estimado em R$ 7,5 bilhões. Os projetos a serem licitados devem estar concluídos em um prazo de 36 a 60 meses a partir da assinatura dos contratos de concessão, prevista para o dia 4 de março. Os empreendimentos previstos devem totalizar aproximadamente 4.600 quilômetros de linhas de transmissão. A Aneel prevê a geração de cerca de 18.000 postos de trabalho. A principal novidade do certame é a maior proteção aos empreendedores. Além de um eventual excludente de responsabilidade por atrasos que independem das decisões dos agentes, a agência reguladora também prevê a devolução de prazo quando houver atraso nas obras, desde que provocados por fatores externos. A principal reclamação dos investidores está relacionada a atrasos na obtenção do licenciamento ambiental. A Aneel também determinou a atualização no estabelecimento da Receita Anual Permitida (RAP) máximo de lotes não licitados em leilões anteriores, além da revisão de prazos. O valor máximo dos lotes também deve considerar um novo cenário de dólar, com a moeda norte-americana cotada a R$ 3,97. "A expectativa é de que nível de participação deste leilão seja muito maior do que ocorreu no último leilão", afirmou o diretor Reive Barros dos Santos, ao comentar a proposta apresentada pelo relator Tiago de Barros Correia. Reive, ao lado do também diretor José Jurhosa Júnior, fez ressalvas para que a proteção aos empreendedores não abra "brechas" para que os investidores se aproveitem do pedido de excludente de responsabilidade. Em resposta a isso, o relator destacou que o pedido de excludente pode ocorrer diante de eventos físicos ou quando tomar conhecimento de determinadas situações, como eventos jurídicos. "Se houve uma cautelar impedindo o empreendedor de fazer determinada coisa, ele só pode nos informar no momento em que tomou conhecimento (da cautelar), mas o atraso também só ocorre quando você toma conhecimento", salientou o relator. A proposta apresentada por Correia teve apoio dos demais diretores da agência reguladora.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso