X
X

Diário da Região

07/08/2016 - 00h00min

RODEIO

Peões da região integram série da Netflix, Fearless

RODEIO

André Silva/Divulgação Edmilson Gonçalves, peão de Rio Preto, durante montaria em touro, e Renato Miúra, de Icém, peão que ficou paraplégico após um acidente na arena e que hoje trabalha como comentarista de rodeio, aparecem na série documentário da Netflix
Edmilson Gonçalves, peão de Rio Preto, durante montaria em touro, e Renato Miúra, de Icém, peão que ficou paraplégico após um acidente na arena e que hoje trabalha como comentarista de rodeio, aparecem na série documentário da Netflix

Entre fãs e críticos, os rodeios dificilmente passam despercebidos, especialmente em Rio Preto e região, onde arrastam multidões. Os shows, na maioria das vezes, são o grande atrativo por aqui. Mas é o crescimento do poder e da popularidade dos peões e da montaria como um esporte que atraiu a atenção da Netflix, que lança no dia 19 deste mês uma série documentário em seis episódios com partes gravadas em Barretos, durante a Festa do Peão do ano passado, com a presença de atletas da região.

Fearless (Sem Medo, em inglês) acompanha o dia a dia dos peões, mas vai além da modalidade em si. Ela também mostra a história dos competidores brasileiros, seus sonhos, tudo que enfrentaram para se tornarem peões e a vida, da infância às dificuldades de viver em outro País, no caso dos brasileiros protagonistas, Silvano Alves e Kaíque Pacheco, que vivem nos Estados Unidos atualmente.

“Eles queriam saber tudo sobre a gente. Desde o início da minha carreira até meu acidente e a recuperação”, conta Renato Miúra, peão de Icém entrevistado para o documentário que, depois de um acidente durante uma montaria, ficou paraplégico, mas voltou a trabalhar neste universo anos depois como comentarista de rodeio. O propósito era entender a rotina e registrar tudo que acontece, lembra Edmilson Gonçalves, peão de Rio Preto que também foi um dos entrevistados. 

“Foi uma gravação do dia a dia do rodeio. A minha entrevista foi sobre o meu treinamento, qual a minha rotina, tudo que faço para me preparar. No mais, eles apenas me seguiam por Barretos. Onde a gente ia, eles estavam atrás. Queriam que o resultado fosse o mais natural possível.” O sucesso dos brasileiros e a popularidade do esporte no País foi o que trouxe a Netflix até aqui, conta Martha Cajado, diretora presidente da PBR. “Quando se fala em montaria em touros, os brasileiros são considerados os melhores. Das 22 finais, nove vieram para o Brasil e há sempre um brasileiro entre os primeiros do ranking.”

Segundo Martha, o interesse da Netflix pelo tema surgiu devido ao crescimento do esporte de montaria em touros. “São histórias fantásticas de vida e superação, além de paixão por este esporte.” A equipe do serviço de streaming esteve em Barretos durante a festa de 2015. Com mais de 30 pessoas e muitos equipamentos, eles passaram cinco dias na cidade e depois acompanharam os competidores de volta aos Estados Unidos.

“A escolha de Barretos foi devido à sua importância para o rodeio. Essa é a maior festa de peão da América Latina, além, claro, de sua tradição de mais de 60 anos. Todos os competidores desejam competir e vencer em Barretos e esse mote colaborou para a escolha. Sem contar que Barretos sedia a etapa da PBR Brasil”, diz Martha.

Acompanhando de perto todo o processo da produção, Martha já tece acesso à série e é só elogios. “A produção está impecável. Ficou linda e muito bem produzida, contando realmente as histórias desses brasileiros e mostrando o quanto este esporte é gigante, emocionante e espetacular. O que posso adiantar de curiosidade é que o documentário vai trazer um olhar diferenciado para o esporte”, incita. Andrew Fried, de Chef’s Table, outra série documentário da Netflix, é o responsável pelo projeto com a produção de Dave Broome, do reality show O Grande Perdedor, e Yong Yam.

Protagonistas

Apesar de vários peões participarem do documentário, os brasileiros Silvano Alves e Kaique Pacheco são os destaques. Silvano, natural de Pilar do Sul, na região de Sorocaba, foi para os Estados Unidos para competir e se tornou uma celebridade neste universo, ganhando milhões em prêmios e figurando na lista de atletas mais bem pagos do mundo feita pela ESPN. Já Kaique, que foi morar nos Estados Unidos em 2014, se tornou neste ano o líder no ranking mundial da PBR com apenas 21 anos.

Popularização do esporte

O lançamento de Fearless é esperado com ansiedade pelos peões da região que participaram do documentário por uma razão, principalmente: a visibilidade que ele trará para uma parcela grande do público que não conhece o esporte. “Vai ajudar muito os competidores. Vai deixar a profissão em evidência e mostrar as diferenças entre a montaria aqui no Brasil e lá nos Estados Unidos. Apesar da profissão estar crescendo, aqui passamos por muitos problemas antes de montar. A estrutura ainda não é a ideal”, diz Renato Miura.

Apesar do crescimento do esporte na mídia, há muita desinformação sobre o trabalho dos atletas e sobre a própria organização dos eventos, explica Edmilson Gonçalves. “Com esse documentário, acredito que muita gente vai ficar ciente de como funciona o esporte. Pode mudar a mentalidade, inclusive, de muitos, especialmente sobre as questões de maus-tratos com os animais.”

De acordo com Edmilson, em nenhum momento o animal é machucado ou sofre. “Por exemplo, nossa espora não é como aquelas comuns, elas são lisas, como uma moeda. Não corta ou arranha. Aquela corda que muitos dizem que aperta o testículo bovino, na verdade serve apenas para estimular o pulo. É uma corda de lã que não machuca de forma alguma.”

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso