Diário da Região

24/02/2004 - 14h57min

Campeã Paulistana

Mocidade vence e Gaviões é rebaixada

Campeã Paulistana

Eduardo Raimondi/Divulgação Casal de mestre-sala e porta-bandeira da Mocidade se apresenta no sambódromo
Casal de mestre-sala e porta-bandeira da Mocidade se apresenta no sambódromo
A Mocidade Alegre sagrou-se hoje campeã do Carnaval de São Paulo, título que não era da escola havia 24 anos. Este é o quinto título da história da agremiação. Já a Gaviões da Fiel e a Peruche, que tiveram carros quebrados, caíram para o Grupo de Acesso. Bicampeã (2002/2003), a Gaviões é a escola de maior torcida do Carnaval paulistano e era grande favorita ao Tri neste ano.

Vice-campeã de 2003, quando ficou apenas 0,5 ponto atrás da Gaviões, a Mocidade conquistou o título de 2004 ficando exatamente 0,5 ponto na frente de suas adversárias: foram 37 notas 10 e três notas 9,5, somando 200 pontos. O vice-campeonato ficou dividido entre o Império e a X-9 Paulistana, com 199,5 pontos cada. Rosas de Ouro e Nenê da Vila Matilde dividiram o quarto lugar. A Vai-Vai, apontada como uma das grandes favoritas, acabou apenas na 11ª colocação.

A apuração foi muito acirrada e até pouco mais da metade dos quesitos anunciados quatro escolas dividiam o primeiro lugar: Mocidade, Império da Casa Verde, Rosas de Ouro e Vila Maria. Depois, Mocidade e Império seguiram na liderança até que o Império ficou para trás no quesito bateria. A Gaviões da Fiel, que perdeu oito pontos devido à quebra de um carro no Anhembi, terminou na última colocação entre as 16 escolas do Grupo Especial, com 185,5 pontos. A outra rebaixada, Unidos do Peruche, somou 186,5 pontos. Mesmo com dois pontos perdidos, a Barroca Zona Sul conseguiu escapar do rebaixamento.

O desfile das campeãs ocorre na próxima sexta-feira, a partir das 20h. Além das oito primeiras do Grupo Especial (Mocidade, X-9, Império, Nenê, Rosas, Vila Maria, Tucuruvi e Acadêmicos do Tatuapé), desfilam também as duas melhores do Grupo de Acesso: Mancha Verde e Tom Maior. Os ingressos estarão à venda no Anhembi a partir das 12 horas de amanhã.

Campeã
Penúltima escola a desfilar no sábado, 21, a Mocidade Alegre trouxe para o Anhembi o enredo "Do Além-Mar à Terra da Garoa, Salve esta Gente Boa", que mostrou a contribuição do imigrantes para a formação do povo paulistano. Além do belo desfile, a escola do carnavalesco Nelson Ferreira também se beneficiou porque a chuva, que castigou o Anhembi durante praticamente toda a madrugada, deu uma trégua justamente quando chegou sua vez de se apresentar. A escola do bairro do Limão, zona norte paulistana, não vencia o Carnaval paulistano desde 1980, com o enredo "Embaixada de Sonho e de Bamba".

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso