X
X

Diário da Região

22/05/2016 - 00h00min

3 de 5ª

Amigos rio-pretenses falam de tudo em programa no YouTube

3 de 5ª

Mara Sousa Luana, Roni e Elisa durante um Brunch Gipsy: trio de amigos resolveu levar o entrosamento fora das câmeras para a internet, e a ideia começou a dar certo
Luana, Roni e Elisa durante um Brunch Gipsy: trio de amigos resolveu levar o entrosamento fora das câmeras para a internet, e a ideia começou a dar certo

Eles falam sobre sexo, viagens, amores não correspondidos, família, dinheiro, dieta, festas. Os assuntos são tão comuns à vida de todo mundo que enquanto se assiste ao programa dá aquela vontade de interagir e contar sua própria história. A sensação de que você também poderia se juntar à roda. As gargalhadas são naturais, de repente até você se pega rindo, e no fim fica o sentimento de que fez novos amigos. Quando o programa acaba, deixa um gostinho de quero mais, mas o mais só vem na semana seguinte, mais precisamente, na quinta-feira.

Assim é os 3 de 5ª, que há quase dois meses está sendo veiculado pelo YouTube. O programa é o retorno da jornalista Luana Curti para o vídeo e a estreia do party designer Roni Vieira e da dona de casa Elisa Maluf nesse universo. “Somos amigos há anos e adoramos nos reunir para bater papo e dar risada. Várias vezes, durante esses encontros, comentávamos que tínhamos que gravar nossas conversas e jogar no YouTube, de tão loucas e engraçadas que são”, relembra Roni.

Foi no Carnaval desse ano que a ideia saiu do papel e foi parar na web. “No Carnaval, viajamos os três e mais alguns amigos, e entre uma gargalhada e outra tocamos no assunto. Na hora a Luana falou que faria acontecer. Ela é jornalista e não deu outra, assim que voltamos de viagem ela já começou a mexer os pauzinhos e fez acontecer. Se dependesse só de mim e da Elisa seria algo amador, gravado no celular mesmo. Já a Luana não via as coisas dessa forma. Ela montou um programa mesmo, com direito a equipe de filmagem, produtor, cenário, figurino. Temos tudo”, conta Roni.

Onde achar

Diversão de gente grande

Que Roni, Luana e Elisa se divertem ao fazer o programa, é nítido, mas é um divertimento profissional. “Eu sempre quis voltar para a TV, mas depois que me tornei mãe ficou mais difícil e, nos últimos anos, também me envolvi com outros projetos dos quais não quero abrir mão. Quando ficou oficial que o 3 de 5ª sairia da nossa cabeça e iria para o ar, queríamos fazer algo que chamasse atenção pelos assuntos, pela produção, pelo cenário, pelo figurino e pela nossa alegria”, explica Luana. Pelo visto, a fórmula deu certo. O trio anda deixando as quintas-feiras de muita gente mais divertida. 

“Eu tenho mais tempo livre do que eles. Então, enquanto a Luana pensa nos assuntos e o Roni no cenário, eu corro atrás de todo o resto. Adoro gravar. Me sinto tão feliz. O programa me faz bem e meus amigos adoram, porque eu sou exatamente o que vocês estão vendo”, garante Elisa. Para Roni, enquanto ele está montando o cenário, é trabalho, mas quando a equipe diz “gravando”, vira diversão. “Não levamos nada na brincadeira. Sim, é uma diversão, porque estamos à vontade, adoramos fazer, mas é uma diversão profissional.”

 

Luana, Roni e Elisa 02 - 22052016

Eles são de quinta, mas quem não é?

O nome do programa faz um trocadilho com a própria condição humana. Seríamos nós todos pessoas ‘de quinta’? A resposta do trio é unânime: Sim! “Ser de quinta não é ruim, ruim é ter atitudes de quinta. Por mais chique e elegante que tentamos ser, todos somos de quinta. Por isso, a ideia do programa é falar de assuntos leves, mas ao mesmo tempo polêmicos, falar de coisas que ninguém assume que faz, mas todo mundo faz”, explica Roni Vieira. 

O ser de quinta, hoje, é o antigo cafona, continua Elisa Maluf: “Eu adoro ir para a praia e levar comidinhas. Adoro uma música alta. As pessoas consideram ‘de quinta’, mas é uma delícia. Todo nós, em algum momento, já fizemos algo desse tipo. Essas atitudes são de quinta, mas são boas. Ruim é gritar com as pessoas, maltratar funcionários, essas atitudes de quinta ninguém deveria ter.”

Para Luana Curti, ser de quinta é algo relativo, que muda de pessoa para pessoa, de Estado para Estado. Tanto é que, em um dos programas, em que o trio abordou esse assunto, eles pediram para os telespectadores mandarem vídeos dizendo o que eles consideram ser de quinta. “Teve um amigo meu que me disse que, para ele, ser de quinta é chegar atrasado. Somos amigos há peo menos 30 anos e eu sempre chego atrasada nos lugares. Sempre tenho a sensação de que o relógio anda mais rápido. Naquele dia, eu soube que ele me acha de quinta há anos”, relembra Luana, rindo. 

Trio tem o desejo de ir para a TV

Segundo os amigos Roni Vieira, Luana Curti e Elisa Maluf, o 3 de 5ª ainda é um “bebê”, mas eles já querem trazer novidades e por isso convidados de peso deverão começar a marcar presença no programa. “Quando sentamos para conversar sobre o programa, tínhamos duas opções de nomes: 3 de 5ª ou Programa a 3, e ali mesmo já falávamos que em algum momento poderíamos levar convidados, mas não queremos nos tornar 4 de 5ª, queremos trazer pessoas que têm o que agregar, que façam parte da nossa loucura e ao mesmo tempo divirta o público”, reforça Roni.

Luana garante que a cada programa eles estão sempre pensando em fazer o melhor para quem os assiste. “No início, pensávamos em ter um cenário fixo, mas depois mudamos de ideia, vimos que as pessoas também esperam para saber como será o cenário do próximo programa. Além dos convidados, já falamos em gravar fora de Rio Preto e até fora do Brasil. Vamos levando as ideias adiante, conforme vamos recebendo o ‘feedback’ do público. Só existimos enquanto tivermos espectadores. Então, tudo que é feito é pensado neles”, diz.

O trio tem, sim, pretensão de ir para a TV, mas sem deixar a internet. “Claro que a TV é um sonho, mas ao mesmo tempo bate um medo, porque teríamos que mudar algumas atitudes, tomar cuidado com algumas palavras, tudo isso é para se pensar, principalmente, porque não temos o objetivo de pagar para estar na grade de alguma emissora. Hoje, somos nós que custeamos as despesas e temos a ajuda de parceiros amigos que acreditam em nós”, destaca Luana.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso