Diário da Região

11/02/2010 - 01h30min

Sinapse

Jogos mentais combatem doenças da vida moderna

Sinapse

Lézio Júnior/ Editoria de Arte  
 

Já é possível encontrar exercícios e jogos mentais destinados a superar o estresse e as dificuldades impostas pela vida moderna - consequentemente aumentando a felicidade. As técnicas, muitas importadas, tratam de proteger homens e mulheres de males atuais como depressão, falta de autoestima e ansiedade. O neurocirurgião e coach Eduardo Carlos da Silva, do Centro do Cérebro e Coluna de Rio Preto, é um dos incentivadores da prática de exercícios e atividades mentais de extensão à qualidade de vida e bem-estar.


“Homens e mulheres querem compreender melhor questões como felicidade e estresse e ter uma atitude positiva nesse cotidiano por meio do exercício mental. E eles estão certos. O exercício mental, também conhecido como neuróbica, mantém os neurônios ativados. É também uma atividade que proporciona um incremento na capacidade do cérebro de formar novas conexões ou sinapses.”


Como na atividade física, o exercício mental promove o fortalecimento dos músculos. Neles, há uma maior ativação dos neurônios, o que propicia uma mente saudável, forte e flexível. O professor Ruut Veenhoven, da Universidade Erasmo de Rotterdã, confirma a informação no estudo publicado no “Journal of Happiness Studies”, uma revista multidisciplinar que existe desde 2000. Segundo Veenhoven, o bom humor tem um impacto sobre a expectativa de vida. E pessoas que estimulam sua felicidade são mais dinâmicas, mais abertas ao mundo, confiantes e com mais relações sociais.”


Treino mental a favor da felicidade não é apenas por meio de meditação ou outras atividades. Pode ser realizado por meio de estímulos dos cinco sentidos e mudanças de rotina nos hábitos das atividades diárias. “Recomenda-se, além da leitura, palavras cruzadas, jogos interativos, atividades que promovam o estímulo da visão, imaginação, audição, tato, olfato, gustação e das emoções”, diz Carlos da Silva. O neurocirurgião também recomenda atividades introspectivas ou contemplativas que promovam relaxamento, quietude e esvaziamento mental. “Estudos do Dr. Richard Davidson, da Universidade de Wisconsin, no Estados Unidos, utilizando Ressonância Magnética Funcional e Eletroencefalografia, indicam que a meditação pode proporcionar uma maior ativação de neurônios do córtex pré-frontal esquerdo, responsáveis por atitudes proativas, otimistas e entusiásticas. Isso permite maior clareza mental, bem-estar, sensação de leveza, serenidade, paz de espírito, maior iniciativa e criatividade.”


Ativar ou não?


Não é preciso conhecimento científico para iniciar o exercício mental. O que é imprescindível é a conscientização aliada à necessidade e vontade de realizá-los. E é neste ponto que o exercício influencia na quantidade de felicidade. “Pessoas que curtem e vivenciam de corpo e alma o que fazem, se permitem experimentar situações que dão prazer, que tenham um significado ou um sentido que faça grande diferença em suas vidas ou de outras pessoas, são realizadas e felizes”, diz Silva.


Aquele que não exercita sua mente ou faz má prática dela está fora do ponto de equilíbrio e deixa de promover os estímulos suficientes para aumentar as conexões dos circuitos neuroniais. “Algumas pesquisas demostraram que pessoas ativas mentalmente retardaram o aparecimento de doenças degenerativas cerebrais, como demências. E os que fazem má prática podem apresentar estafa mental, estresse, ansiedade e outros distúrbios mentais”, alerta.


Vida saudável


O primeiro passo para habilitar a mente é ter conscientiza-ção da importância da prática regular das atividades físicas e mentais. “Deve-se parar com a autossabotagem, mudar de atitude, tomar a decisão e assumir o compromisso de realizá-las”, diz.


Algumas das atividades que propiciam um incremento nos estímulos mentais são atividade física regular, alimentação saudável, tempo dedicado a relaxamento físico e mental, ioga, meditação, prática de lazer, de um hobby, dança, arte, contato com a natureza, contato com animais, boa integração com a família e amigos.


“A partir do momento em que uma pessoa se entrega e integra atividades física e mental, os circuitos neurais mudam o foco de atuação. Em vez de perder ou desviar energia com emoções e sentimentos reativos ou negativos, a mente estará focada em atividades que proporcionam um equilíbrio emocional, através da produção de neurotransmissores como a dopamina, serotonina e endorfinas, responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar. Pessoas com ansiedade e depressão são as mais beneficiadas”, diz o neurocirurgião.


Outros exercícios


Atividades online com o uso do computador podem ser usadas como recursos para a ativação neuronal porque necessitam de estímulos visuais, cinestésicos e auditivos. “Para executá-los, há necessidade de focar a atenção, o pensamento, a concentração, criatividade, imaginação, coordenação motora e sensitiva e o equilíbrio”, ressalta.


Quanto mais órgãos dos sentidos, músculos e atividade intelectual uma pessoa estimula, mais benefício terá. “Recomenda-se o uso da mão não dominante para abrir porta, escrever, escovar os dentes, mudar o caminho para o trabalho, aprender línguas, sentir o cheiro e gosto dos alimentos, ver imagens de cabeça para baixo. Enfim, fazer coisas que fujam do cotidiano.”


Felicidade


Silva concorda com o psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi, que disse que ser feliz é não querer nada mais do que você já tem. “Baseado nesta premissa pode-se dizer que felicidade é um estado de espírito, onde a busca de um significado e sentido para a vida é sua principal motivação. Nesta condição, o indivíduo vivencia o aqui e agora, sente gratidão por aceitar-se do jeito que é, do que faz e do que tem. O ser prevalece em relação ao fazer e ao ter.”

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso