IMG-LOGO
Home Tratamentos

Saúde bucal: além dos procedimentos estéticos

Núcleo Digital - 06/02/2021 00:00

Quem já ouviu aquela frase: “a saúde começa pela boca”? Ela é verdadeira. A nossa boca é a porta de entrada de germes e bactérias e, por isso, ter bons hábitos de higiene bucal são essenciais para prevenir doenças respiratórias, até mesmo, algumas situações cardiológicas, como uma endocardite bacteriana (doença infecciosa que afeta o coração, causada por microrganismos).

De acordo com recente estudo feito pelo Instituto do Coração (Incor), 45% das doenças cardíacas têm origem na cavidade bucal. A explicação está nas bactérias presentes na região periodontal (entre a gengiva e a estrutura do dente) que penetram na corrente sanguínea, causando diversos efeitos no sistema cardiovascular. Para evitar o desenvolvimento desses problemas graves, a recomendação é manter a escovação em dia e buscar tratamento regular com um profissional da odontologia.

Outro ponto que gostaria de destacar é a busca pelo sorriso perfeito. Esta é a razão de muitas pessoas adultas procurarem um odontologista para realizar apenas tratamento estético, seja para branqueamento dental, seja para colocar próteses, lentes e porcelanas dentárias. No entanto, muitas se esquecem que o principal objetivo do profissional é proporcionar um sorriso saudável, independente de procedimentos estéticos. Por isso, os cuidados no tipo de tratamento devem ser analisados de perto para não agredir a vitalidade dos dentes.

Quando há um “overtreatment”, termo inglês que significa excesso de tratamento, no futuro, o paciente pode apresentar vários problemas periodontais. Por exemplo, a hipersensibilidade dental, causada pelo procedimento mal conduzido de branqueamento.

Acompanhamento é essencial
Como especialista na área da odontologia, atuo há 25 anos ajudando pessoas a obterem belos sorrisos e, principalmente, dentes saudáveis. Nessas mais de duas décadas, o que mais observo é a falta de cuidado com a higiene bucal. Por isso, buscar acompanhamento de um dentista regularmente é essencial para evitar transtornos como extrações indesejáveis de dentes e problemas de saúde mais graves ocasionados por infecções orais.

O ideal é realizar um trabalho preventivo, com odontopediatra, quando a criança é bebê até a troca dos dentes de dentição mista, em torno dos 12 anos de idade. Após essa fase, o recomendado é ir ao dentista clínico normal. Em paciente adulto, quando o acompanhamento já é regular, o recomendado é ir ao especialista a cada seis meses.

Divulgação Saúde bucal: além dos procedimentos estéticos

Saúde bucal: além dos procedimentos estéticos (Foto: Divulgação )

Auxílio tecnológico
A tecnologia odontológica está em constante evolução. Hoje, nós temos vários tipos de equipamentos que facilitam o nosso trabalho, auxiliando-nos em diversos tratamentos, como no uso de aparelhos ortodônticos, procedimentos estéticos e cirúrgicos. Apesar das facilidades tecnológicas, os profissionais da odontologia devem valorizar, ainda mais, a importância do trabalho convencional, manual.

Um exemplo disso, é o trabalho do protético, que confecciona próteses dentárias em laboratório. Durante sua execução, o profissional pode fazer uso de tecnologias, como escâneres para proporcionar agilidade e precisão. Porém, seu trabalho artesanal não deve ser deixado de lado. Sua experiência profissional vai determinar a qualidade do tratamento.

Dores no maxilar? Pode ser ansiedade
Neste período de pandemia da Covid-19, por exemplo, observamos uma tensão muito grande entre as pessoas devido a quadros de ansiedade. Por conta disso, alguns pacientes começaram a se queixar de dores articulares na região do maxilar, e essa tensão pode estar relacionada a Disfunção Temporomandibular, conhecida como DTM. Quando diagnosticada, o indicado é realizar um tratamento multidisciplinar com o apoio de profissionais da osteopatia, fisioterapia e acupuntura, auxiliando na recuperação do paciente.

Outro fato que também me chamou a atenção neste período, foi a quantidade de pessoas que chega até a minha clínica com dentes fraturados devido ao apertamento dental. O tratamento neste caso é buscar fórmulas para revitalizar esse dente ou colocar um implante dental.

5 dicas para manter a saúde bucal
- Escovar os dentes e passar fio dental diariamente (4x ao dia);
- Uso de creme dental a base de flúor controlado;
- Ingerir alimentos balanceados e evitar comer entre as principais refeições;
- Acompanhamento regular com dentista a cada seis meses ou mais;
- Em casos de feridas e infecções bucais, procurar um dentista urgente.

 

Serviço:

Dr. Rodrigo Caran Westin
Cirurgia bucal / estética / especialista em implantes
CRO SP – 65.838

Editorias:
Tratamentos
Compartilhe: