IMG-LOGO
Home Tratamentos

Doenças da retina podem levar a perda da visão

Núcleo Digital - 09/01/2021 00:00

Você sente dificuldade para enxergar, vê imagens distorcidas, percebe a presença de pontos pretos fixos no campo de visão central, flash de luz ou pontos pretos móveis no campo de visão (as chamadas moscas volantes)? Atenção, estes sintomas podem indicar alguma doença na sua retina. Em grande maioria, as doenças da retina são consideradas graves e, se não tratadas de imediato, podem resultar na cegueira irreversível parcial ou total.


A oftalmologista Paula Miyasaki, especialista em Retina e Vítreo do HO Redentora, explica que a retina é uma das membranas do seguimento posterior do olho, que tem a função de transformar o estímulo luminoso em um estímulo nervoso e enviá-lo ao cérebro para que as imagens sejam lidas. “A correta estrutura e função desse conjunto de células é fundamental para que possamos enxergar”, explica a médica.


A especialista alerta que inúmeras alterações e patologias podem ocorrer na retina, em todas as idades, e que além dos sintomas já citados acima, é importante ressaltar que várias alterações podem ser assintomáticas, como roturas periféricas da retina, alterações iniciais da retinopatia hipertensiva e retinopatia diabética, quadros inicias de degeneração macular, lesões tumorais como o melanoma de coroide, tumores vasoproliferativos, metástases, entre outras. “Por isso, é muito importante realizar, pelo menos, uma vez ao ano, o mapeamento de retina, principal exame para rastreio de alterações na retina”, diz Miyasaki.

Divulgação Imagem da retina (fundo do olho)

Imagem da retina (fundo do olho) (Foto: Divulgação)


Pacientes diabéticos, por exemplo, necessitam de acompanhamento constante, pois o aumento da taxa de açúcar no sangue pode afetar algumas regiões como a retina, e favorecer o surgimento da retinopatia diabética, uma das principais complicações relacionadas ao diabetes mellitus e que, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, é a principal causa de cegueira em pessoas com idade entre 20 e 74 anos.


Por outro lado, os efeitos do processo natural de envelhecimento também podem ser notados nos olhos. Algumas doenças com potencial risco para a visão atingem, predominantemente, a terceira idade. A degeneração macular relacionada à idade – DMRI – é uma delas. De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, em países desenvolvidos, a DMRI se apresenta como a principal causa de cegueira irreversível em pessoas com mais de 50 anos.


O diagnóstico precoce e um tratamento eficaz de alterações da retina e outros problemas oftalmológicos são fundamentais para evitar a perda total da visão. “O importante é visitar o oftalmologista periodicamente. Diabéticos, hipertensos, crianças e adultos acima de 40 anos precisam ter atenção redobrada”, finaliza a oftalmologista.

 

Serviço:
Dra. Paula Miyasaki
Oftalmologia Geral – HO Redentora
Retina e Vítreo – Clínica e Cirúrgica
CRM 82.805 / RQE 46106

Editorias:
Tratamentos
Compartilhe: