IMG-LOGO
Home Saúde e Beleza

Skincare natural: os benefícios do mel para a beleza

Jessica Reis - 01/05/2021 00:05

Ingrediente milenar, o mel é um daqueles alimentos naturais que oferecem benefícios para a saúde e para a beleza. Aliás, historiadores relatam que Cleópatra, referência de feminilidade, poder e sedução, já usava o produto feito pelas abelhas em seus rituais de beleza.

Para os cabelos, a rainha do Egito, depois de lavá-los com ovos, aplicava uma mistura de mel e óleo de rícino para mantê-los hidratados e brilhantes. Para a pele, Cleópatra tomava banho com uma mistura de leite de burra, sal do Mar Morto, óleos essenciais, flores aromáticas, mel e, as vezes, aveia para esfoliar o corpo. O leite de burra tem propriedades rejuvenescedoras e antioxidantes, os óleos essenciais e o mel promovem a hidratação da pele.

Atualmente o mel é destaque nas prateleiras de dermocosméticos, sendo a principal substância na formulação de diferentes produtos de beleza. Segundo a dermatologista especialista em cosmiatria Luciana Garbelini, isso acontece por conta do alto poder nutritivo presente no mel, que carrega um mix de vitaminas do complexo B, C e E, além de minerais que são fortes aliados no tratamento da cútis.

"O mercado de dermocosméticos oferece inúmeras opções de máscaras faciais com mel em suas composições. As versões em geleia, com própolis de mel combinado com ácido hialurônico, servem como um alimento para a pele, a deixando visivelmente hidratada e uniforme", explica a dermatologista. Segundo Luciana, o ideal é que esse tipo de máscara seja aplicada durante a noite para que penetre na epiderme e atuem nas camadas mais profundas da pele.

Maurizio Pupo, farmacêutico, pesquisador, consultor em Cosmetologia, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Ada Tina Italy, explica que o mel é uma solução de frutose, ou seja, é um tipo de açúcar. Por ser um produto de origem animal, feito pelas abelhas, ele também é rico em sais minerais, vitaminas e antioxidantes. "O mel tem ação hidratante, nutritiva e uma leve ação anti-idade", afirma.

Segundo o farmacêutico, o mel pode ser usado diretamente sobre a pele. "As pessoas podem fazer máscaras de mel e perceber um efeito nutritivo, a pele fica mais revitalizada. Quanto mais tempo conseguir deixar o mel sobre a pele, melhor. O ideal é que ele fique pelo menos trinta minutos. O recomendado é fazer uma leve esfoliação. Essa esfoliação pode ser feita durante o banho, sai do banho, aplica o mel, aguarda 30 minutinhos e depois enxágua só com água, para não tirar as propriedades nutritivas do mel", ensina.

Pupo faz um alerta para as receitas caseiras: nunca usar plantas e frutas. Isso porque algumas frutas ou plantas podem causar queimaduras ou manchas. "Os ingredientes seguros para usar em casa são mel, iogurte, óleo de oliva e aveia."

Não existe contraindicação para o uso do mel em produtos de beleza, exceto em pessoas que tem alergia a picada de abelha, ao veneno de abelha. "O mel não contém veneno de abelha, porém o mel vai conter algumas proteínas que são parecidas com as proteínas que estão presentes no veneno da abelha, a abelha produz o mel, a abelha produz o veneno. Então, alguns ingredientes do mel são parecidos com os do veneno. Quem tem alergia a picada de abelha poderá ter uma alergia cruzada", explica o farmacêutico.

Derivados do mel

Além do mel, outros produtos apícolas também são utilizadas para os cuidados com a beleza. Segundo Maurizio Pupo, a cera de abelha, por exemplo, já foi muito utilizada em cremes hidratantes. Já o própolis com propriedade antibiótica, pode ser usado no tratamento de acne. "Ele elimina as bactérias que causam a acne, elimina o fungo que causa a caspa", explica.

Outro produto derivado do mel é a geleia real. Ela é um tipo de mel com altíssimo poder nutritivo e antioxidante, mas com o crescimento de marcas veganas, em respeito aos animais, ela também deixou de ser usada por muitas marcas de cosméticos, assim como o própolis e a cera de abelha.

Mel para a saúde

O mel tem outras propriedades benéficas. Segundo a nutricionista Marcela Mendes, do Mundo Verde, o mel produzido pelas abelhas a partir do néctar que coletam das plantas é fonte de carboidratos e vitaminas do Complexo B. "Possui grande valor energético e contém substâncias (inibina) que agem como antibióticos naturais. Fortalece o sistema imunológico e ajuda a amenizar os sintomas de gripes e resfriados como tosses e dores de garganta. Tem ação bactericida e antisséptica."

A especialista diz que o mel e outros derivados da abelha, como própolis e geleia real, podem ser causadores de alergias, em algumas pessoas. Inclusive, não é indicado o consumo de mel para crianças menores de dois anos de idade. "Também não deve ser consumido por diabéticos e/ou pessoas com restrições ao consumo do mesmo. Por ser um alimento de origem animal, não é consumido por vegano e/ou vegetarianos", ressalta.

 

5 motivos para incluir o mel na rotina de cuidados com a pele

1 - Hidrata a pele

No quesito hidratação, o mel funciona para qualquer tipo de pele, isso porque as moléculas de açúcar presentes na substância atuam como umectantes naturais e emolientes que aumentam e mantêm os níveis de água da pele, seja ela seca, mista ou oleosa. O

resultado é uma pele macia e iluminada.

2 - Limpa profundamente

Por ser naturalmente antibacteriano, o mel favorece uma limpeza facial profunda. Isso acontece quando é aplicado à pele, já que a substância age como um purificador, atuando na remoção de impurezas.

3 - Diminui chances de acne

As propriedades antibacterianas também podem ajudar a combater as bactérias causadoras de acne, tornando-se um forte aliado na desobstrução dos poros e redução dos cravos. Além disso, o mel conta com ativos anti-inflamatórios, sendo eficazes na redução da vermelhidão e

inchaço de espinhas.

4 - Favorece processos

de cicatrização

Com propriedades curativas naturais e antioxidantes, o mel pode ser auxiliar em processos de cicatrização, isso porque seus ativos são capazes de

nutrir e acalmar a pele danificada, ajudando em sua recuperação.

5 - Reduz sinais de envelhecimento

Os ativos hidratantes e anti-inflamatórios do mel também auxiliam na redução dos primeiros sinais de rugas e dos efeitos dos radicais livres, responsáveis

pelo envelhecimento precoce. A substância não age da mesma maneira que um creme antirrugas, mas é um forte aliado no cuidado com a pele.

Fonte - Luciana Garbelini, dermatologista especialista em cosmiatria

Rotina de skincare

Para a rotina skincare, o mel pode ser combinado com outros ingredientes ou isolado, puro ou servindo como base para dermocosméticos. "Uma das receitas caseiras mais simples e eficazes é a máscara de mel com café. A combinação dos dois ingredientes age como um esfoliante natural que beneficia a pele superficialmente, melhorando seu aspecto. Para fazê-la, basta misturar uma colher de chá de mel e a mesma medida de pó de café. Aplique no rosto com movimentos circulares e deixe agir por 5 minutos. Em seguida, lave o rosto com água gelada", explica a dermatologista Luciana Garbelini.

Editorias:
Saúde e Beleza
Compartilhe: