Grupo Diário da Região   | segunda-feira, 26 de outubro
IMG-LOGO
Home Saúde e Beleza

Pele e cabelo precisam de cuidados especiais após a menopausa

Jessica Reis - 10/10/2020 00:16

Nem sempre falar sobre menopausa agrada todas as mulheres, já que com a última menstruação podem surgir problemas hormonais e até de saúde. O que você pode não saber é que a menopausa também pode trazer consequências para a pele e cabelo. É isso mesmo, além das clássicas queixas como calores, insônia, instabilidade de humor, osteoporose, aumento da gordura abdominal e diminuição da libido, a pele pode ficar mais ressecada nesse período.

É importante explicar que menopausa é a última menstruação da mulher e o climatério é o período de transição em que a mulher passa da fase reprodutiva para a fase de pós-menopausa. "Nesta fase a mulher vai ter algumas alterações. A queda do estrogênio leva a um processo inflamatório no organismo que pode levar a alterações cardiovasculares, aumenta a chance de infarto em mulheres menopausadas, de altera gorduras no organismo, aumenta o colesterol e triglicérides, além do risco de ter osteoporose", explica a ginecologista Cláudia Araújo.

Com a queda hormonal, Cláudia ressalta que a pele e o cabelo podem, sim, sofrer alterações. E nesse caso, a reposição hormonal ajuda muito as mulheres. "Nessa fase também oriento a reposição de colágeno, algum complemento vitamínico e ômega-3. O ômega-3 é um anti-inflamatório natural e também um protetor cardiovascular", diz a médica.

A dermatologista Silvia Strazzi explica que a menopausa pode acelerar o envelhecimento da pele. Isso porque, a redução na produção de hormônios influencia na textura da pele, deixando-a mais fina, frágil e flácida, com maior propensão ao ressecamento, manchas e rugas profundas. "A redução dos níveis de estrogênio diminui a produção de elastina e de colágeno, aumentando a flacidez. E essa mudança é bastante significativa - nos cinco primeiros anos após a menstruação parar, ocorre uma diminuição na produção de colágeno de 30%, depois, o declínio anual é de 2%. Outra alteração comum é o ressecamento da pele por causa da produção menos intensa de oleosidade. A derme, camada mais profunda da pele, fica mais fina e frágil, facilitando o surgimento de rugas. Em algumas mulheres, pode até ocorrer o aumento dos níveis de testosterona, que tende a propiciar o aparecimento de pelos faciais e acne, especialmente, na zona interior do rosto."Ainda segundo, Silvia, embora o processo natural de envelhecimento (e isso inclui a menopausa) seja inevitável, alguns hábitos do dia a dia podem ajudar a amenizar seus efeitos. "A começar pela proteção solar, alimentação saudável (alimentos ricos em proteínas, ômega-3, antioxidantes e água), controle do estresse, sono de qualidade, rotina de cuidados com a pele (proteção, limpeza, hidratação, produtos anti-idade e procedimentos estéticos preventivos) e modulação hormonal", explica a dermatologista.

Para a dermatologista e tricologista Kédima Nassif, após a menopausa, é importante redobrar os cuidados diários com a pele. E o primeiro cuidado deve começar pela escolha dos cosméticos, que devem ser adequados para atender as necessidades da pele nessa idade. "Opte por sabonetes mais suaves que não agridem a pele, evitando assim a piora do ressecamento, e por cosméticos formulados com ativos altamente hidrantes capazes de fortalecer a barreira da pele. Além disso, vale a pena apostar também em ingredientes antioxidantes e rejuvenescedores, como a vitamina C, o resveratrol, o retinol e alfa-hidroxiácidos como o ácido glicólico", ensina. A médica também ressalta a importância do uso do protetor solar, que deve ter, no mínimo, FPS 30 e ser aplicado diariamente pela manhã e reaplicado a cada duas horas.

Em casos em que a mulher sente grande desconforto estético devido aos efeitos da menopausa na pele, é possível optar ainda pela realização de tratamentos estéticos em consultório, como os bioestimuladores de colágeno. "Os bioestimuladores promovem uma hidratação profunda da pele e estimulam a produção de novo colágeno, o que melhora a firmeza e elasticidade da pele, amenizando rugas e flacidez. Outra opção interessante é o preenchimento com ácido hialurônico, que além de conferir volume ao rosto e reduzir a aparência de linhas de expressão, estimula a produção natural da substância, tornando a pele mais hidratada", finaliza Kédima. 

 

Tratamentos e cosméticos indicados após a menopausa

• Peeling químico e laser para renovação da pele, cor e viço

• Luz intensa pulsada para tratar manchas e vasinhos

• Radiofrequência, preenchedores, fios de sustentação e bioestimuladores de colágeno para tratar a flacidez e rugas

• Toxina botulínica para tratar rugas de expressão e rejuvenescer o olhar

• MD Codes e fios de sustentação para reposicionamento das estruturas da face

• Skinbooster para a hidratação

Fonte - Silvia Strazzi, dermatologista

Editorias:
Saúde e Beleza
Compartilhe: