IMG-LOGO
Home Moda

Chanel Nº 5: um século do perfume mais famoso do mundo

Jessica Reis - 01/05/2021 00:06

Em 1921, Gabrielle Chanel criaria, com o perfumista Ernest Beaux, a fragrância que marcou o mercado da perfumaria para sempre. Chanel Nº 5 completa 100 anos em maio. Sim, um século do perfume mais icônico do mundo.

"Um perfume de mulher com cheiro de mulher", foi o que desejou Gabrielle, conhecida como Coco, para o seu perfume. Para ela, o perfume deveria ser tão importante como sua moda. "A mulher", disse ela, "deve usar perfume onde quiser ser beijada". A fragrância ganhou ainda mais notoriedade quando Marilyn Monroe revelou, no auge de sua fama, em 1952, que usava para dormir "apenas algumas gotas de Chanel N° 5".

Pode parecer exagero, mas até o Nº 5, os perfumes usavam apenas uma flor. Gabrielle queria mais e conseguiu. Ernest Beaux compôs um buquê de mais de 80 aromas para ela. Um perfume abstrato e misterioso. Uma curiosidade que você pode não saber, mas um dos muitos ingredientes usados para criar a fragrância em 1921 é brasileiro e da Amazônia: a fava tonka (semente do cumaru), conhecida como baunilha brasileira.

O perfumista fez ainda mais. Com o Nº 5 alterou a alquimia do perfume com o uso inovador de aldeídos, compostos sintéticos que realçam aromas como o limão, que acentua o cheiro de morango. A complexidade dos aldeídos fez a fragrância ainda mais misteriosa e impossível de decifrar. Uma verdadeira aula de química.

Quanto ao número que dá nome ao perfume, foi uma escolha de Mademoiselle Chanel que preferiu a quinta amostra apresentada a ela por Ernest Beaux. Dizem ainda que ela escolheu o número 5 por suas qualidades de número da sorte.

O frasco é outro capítulo importante da história dessa joia da perfumaria. Pela primeira vez, um perfume foi apresentado num simples frasco de laboratório. O minimalismo do frasco do N° 5 distingue-o dos frascos rococós dos anos 1920. Sóbrio, ele permanece atemporal. A tampa tem formato de diamante. O frasco original adaptou-se discretamente durante todos esses anos.

O Nº 5 tornou um ícone no século 20. Em 1959, foi homenageado pelo Museu de Arte Moderna de Nova York (MOMA). Andy Warhol o retratou numa série de serigrafias. O perfume também ganhou a atenção dos soltados americanos, que após a Libertação de Paris, foram à boutique Chanel da rua Cambon, onde fizeram filas para comprar o Nº 5 para suas mulheres e noivas. Ganhou também fama e se tornou o perfume mais vendido do mundo.

Representado por celebridades famosos como Catherine Deneuve, Candice Bergen, Suzy Parker, Ali MacGraw, Lauren Hutton, Carole Bouquet, Estella Warren, Nicole Kidman, Audrey Tautou e até Brad Pitt, o perfume é ainda uma das fragrâncias mais desejadas e misteriosas. Depois de Nº 5, a marca criou outros perfumes que também são destaque na perfumaria mundial.

 

Editorias:
Moda
Compartilhe: