Grupo Diário da Região   | segunda-feira, 16 de novembro
IMG-LOGO
Home Cultura

Aos 70 anos, Snoopy ganha coleção de livros com todas as suas tiras dominicais

Estadão Conteúdo - 12/11/2020 15:08
O bom e velho Charlie Brown. Essa é a história que abre o primeiro volume de uma nova coleção dedicada à mais simpática turma de amigos das histórias em quadrinhos. Peanuts. Snoopy. Minduim. Há 70 anos, em outubro de 1950, Charles Schulz dava início à sua história que passaria por algumas transformações ao longo das décadas e não sairia de moda nunca.
As tiras do Snoopy podem ser lidas diariamente no Estadão, e também em diversos livros e coleções disponíveis em bancas, livrarias e sebos - a coleção da L&PM, por exemplo, a mais completa e que apresenta as tiras ano a ano, já está com alguns dos volumes esgotados.
A Planeta DeAgostini começa agora a reunir as tiras dominicais de Charles Schulz, publicadas entre 1952 e 2000. Serão, ao todo, 61 volumes e o projeto de edição, que inclui coletâneas temáticas, deve ser concluído em junho de 2022.
Que o leitor não estranhe ao ver que o primeiro número é, na verdade, o 11º. A coleção não seguirá uma ordem cronológica e, sim, critérios adotados pelos curadores. No volume de estreia, lemos os quadrinhos de 1967, ano em que eles apareciam em nada menos do que 745 jornais dominicais e 393 diários na América do Norte.
Os livros também trazem textos escritos por Alexandre Boide e Érico Assis contextualizado as tiras e explicando suas mudanças. O preço de capa é R$ 49,99, mas há algumas promoções no site - inclusive para quem assinar.
 
Editorias:
Cultura
Compartilhe: