IMG-LOGO
Home Lifestyle

O pior de todos os sofrimentos

Núcleo Digital - 28/04/2021 16:20

A maioria das pessoas espera o final de semana, além de datas consideradas especiais ansiosamente, tais como: o próximo feriado, uma promoção, aquela viagem de final do ano ou qualquer distração que as libertem de suas rotinas. Mergulhadas em um turbilhão de pensamentos, imaginações e desejos, tornaram-se operárias de um roteiro enfadonho que as impedem de ser e de fazer o que querem de verdade!

“Querer não é poder, o verdadeiro poder está em sabermos o porquê queremos.”

Parece que todas as ações profissionais foram resumidas a atividades, obrigações, objetivos e metas sufocantes… uma vida de desesperos, dividida pela frenética corrida para evitar a dor e para buscar o prazer. Não há mais tempo para os sonhos, para aquilo que as fazem sentir inteiras e únicas. Distraídas por um ritual hipnótico de regras, muitas se rastejam às margens do que verdadeiramente são.

“A verdade sobre nós está dentro de nossos sonhos – estes são conhecimentos da alma e, no ato se sonhar, percebemos nosso propósito.”

Conhecer o que nos move, nos eleva a outras dimensões da consciência. Este é o ponto. Nosso verdadeiro trabalho é encontrar o lugar que nos cabe no universo e obedecer o chamado interno – vocação. Descubra o que mais lhe proporciona sentimentos de singularidade. Esqueça o relógio, o verdadeiro tempo é contado pelo coração – o marca-passos de nossa jornada. O autoconhecimento é essencial. Isso requer coragem, resiliência e momentos de solidão. Se sua meta é ser feliz o tempo todo, pensando que isso se harmonizará com situações, pessoas e ambientes que não corroboram com a sua missão de vida, te aconselho a pensar muito antes de empreender essa busca - isso não se compra e não se vende, por isso é muito caro. Dependerá somente de você e de ninguém mais.

O prêmio? A transformação consciente, a redescoberta da própria identidade, de sua raridade, de sua razão de existir aqui e agora, e sobretudo, o de ser dono(a) de si.

Todo sucesso que não seja genuinamente uma emanação de sua vontade é falsa. O que nos faz viver abaixo de nossa real vocação? Independentemente do que virá, saber seu próprio caminho dará energia para enfrentar os desafios desta existência tão forte e tão frágil em simultâneo – eis a tragédia humana.

“Nascemos sem pedir e morremos sem querer, por isso, viver mediocremente, além de imensurável desperdício é uma violência terrível conosco.”

Quaisquer eventos ou experiências são irrelevantes quando comparados à posse do roteiro da própria história, saber quem é e para quê! Encontre sua causa, empreenda toda sua vida nisto e deixe seu legado.

“Se você não tiver nada na vida pelo qual sofrer, então você já sofre de viver.”

Este é o pior de todos os sofrimentos.

 

Comendador Paulo Matias é escritor, natural de Santo André, acadêmico de filosofia, teologia e psicopedagogia, há 10 anos é pesquisador sobre os mecanismos da consciência humana. Em 2018 foi laureado com o título honorífico com ato registrado no Diário Oficial do Estado de São Paulo e com prêmio de Personalidade daquele ano. Possui seis obras publicadas e outros em produção.

 

Mais informações acesse:

www.comendadorpaulomatias.com.br

Editorias:
Lifestyle
Compartilhe: