IMG-LOGO
Home Casa

Exclusivo e personalizado: projetos valorizam a essência do morador

Jessica Reis - 05/12/2020 00:14

Ter um cantinho personalizado para chamar de seu. Essa é uma das grandes tendências da arquitetura atual, levar para o projeto de decoração de interiores a essência dos moradores, seus gostos pessoais e sua personalidade. O projeto de interiores do apartamento de Patrícia Cardim, diretora do Centro Universitário Belas Artes, localizado no Jardim Europa, em São Paulo, assinado pela arquiteta rio-pretense Bárbara Jalles é um belo exemplo de um décor personalizado e único. "O projeto da Patrícia Cardim foi feito a quatro mãos. A Paty por ser uma pessoa com um gosto único e superespecial, eu busquei trazer a essência dela, então, tudo dentro do projeto da Patrícia é muito personalizado, muito bem pensado, feito para ela e para as funções necessárias que ela precisava. Então, o resultado é realmente um projeto com muita exclusividade, requinte em termos de cores, de tecidos, sofisticação, trazendo um resultado inusitado, único e supermarcante", revela a arquiteta.

Além de todo o projeto ser pensado para a moradora, alguns móveis foram desenhados pelo escritório de Bárbara. A mesa de jantar, por exemplo, foi desenhada pela arquiteta e executada pelo escritório. "É uma mesa com design 100% exclusivo para a Patrícia. A mesa de centro também é totalmente exclusiva, desenhada e executada pelo escritório para ela. O tapete foi uma história muito legal que a gente resolveu fazer, literalmente, com as nossas mãos, o design dele. Sentamos no chão, cortamos papel kraft, começamos a modelar esse tapete e as cores dele são cores que trazem também na decoração, é pontual na decoração. Então, a decoração, ela entra muito com as cores do tapete, eles têm uma ligação forte e ele foi uma inspiração mesmo para essa minha decoração", diz a arquiteta.

 

Inspiração no rock

A personalidade e os gostos do morador também foram privilegiados no projeto de interiores assinado pela designer de interiores Giseli Koraicho. Customizado para um empresário solteiro, que ama automóveis e música, principalmente o rock, o apartamento de 70 m² foi transformado em um espaço integrado e amplo para receber amigos. "A principal demanda do cliente era ter um espaço de um estúdio de música no apartamento. Ele deveria ter um ótimo isolamento acústico para preservar a boa relação com os vizinhos e estar integrado com o restante dos ambientes. Em seu primeiro apartamento, o morador queria imprimir sua personalidade na decoração, trazendo elementos relacionados aos automóveis e à música", explica Giseli.

A designer de interiores investiu em móveis e objetos que transmitissem a identidade do morador. Na sala de TV, optou por um sofá aconchegante com poltrona e pufes, já as almofadas e os quadros trazem elementos dos clássicos do rock.

Colorido, iluminado e único

O apartamento do apresentador e jornalista Zeca Camargo, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, passou por uma grande reforma para ficar a cara do morador. O arquiteto curitibano Felipe Guerra, apostou nas diferentes nuances do azul. A cor foi a grande protagonista na área social, em que foi usado inclusive no teto, num tom turquesa, cobrindo as vigas estruturais. Tudo foi pensado para proporcionar um clima praiano e aconchegante, rico em memórias afetivas.

Um dos destaques do projeto são os ladrilhos Adamá, feitos artesanalmente e com desenhos concebidos pelo arquiteto Edan Shoher. Os revestimentos têm design exclusivo e espessura extrafina de 11 mm, diferentemente da tradicional espessura encontrada no mercado (entre 16 mm e 20 mm).

Editorias:
Casa
Compartilhe: