Grupo Diário da Região   | sexta-feira, 11 de dezembro
IMG-LOGO
Home Casa

Sombra e água fresca: projetos de piscinas para curtir o verão

Jessica Reis - 05/12/2020 00:13

Verão chegando e tudo o que as pessoas buscam é sombra e água fresca. Melhor ainda se der para curtir a estação em uma piscina refrescante na sua casa, não é mesmo? Em uma região quente como Rio Preto, ter um cantinho com piscina é uma ótima opção para descansar e aproveitar os dias de sol dos próximos meses.

Mas afinal, o que levar em conta na hora de planejar o projeto da piscina? "Procure fugir do comum, e aproveite as características do terreno para inovar nos modelos de piscinas. Deve-se atentar não somente na estética, mas também à durabilidade dos materiais. Seja em piscinas de alvenaria, fibra, concreto armado ou vidro", recomenda a arquiteta Luana Ulliam, de Rio Preto.

Ainda segundo Luana, na hora da escolha da piscina, é preciso analisar alguns fatores, como a posição do sol, o tipo de solo, o espaço disponível, e além disso o arquiteto deve considerar o que o cliente deseja e o quanto está disposto a investir. "Não existe de fato um tamanho mínimo, pois com um bom projeto é possível desenvolver piscinas ajustadas a área desejada, e assim aproveitar o espaço da melhor forma."

A arquiteta Patricia Penna diz que há uma grande liberdade quanto ao formato das piscinas, pois esta questão está diretamente ligada às limitações e possibilidades do local onde serão implantadas. Elas podem ser grandes ou pequenas, largas ou estreitas - apenas uma raia. "Em linhas gerais, os formatos orgânicos voltam a atrair a atenção de clientes e profissionais, bem como revestimentos naturais como a pedra hijau ou outros de alta definição, que têm aspecto natural. E o que não falta nos projetos são as 'prainhas' - aquela área mais baixa que o piso externo, mas rasa o suficiente para relaxar numa espreguiçadeira dentro d'água ou sentado diretamente na piscina. Nestas áreas, muitos clientes pedem jatos de massagem, ou apenas os decorativos, que de baixo para cima, lançam a água criando uma movimentação charmosa na área de lazer. E não podemos esquecer da iluminação inteligente, que segue modernizando-se cada vez mais atrelada à automação residencial. É possível criar diversas cenas, e em diversas cores de luz, se este for o desejo do cliente", afirma.

Espaços pequenos podem ter piscina?

As arquitetas Danielle Dantas e Paula Passos, de São Paulo afirmam que sim. Além de mais econômico, é viável, pois facilita o dia a dia de limpeza e tratamento da água. E como espaços menores exigem mais criatividade para valer-se de cada metro disponível, a solução é usar duas faces rentes aos muros e as paredes existentes ou duas faces para acesso a ela, no caso de uma piscina retangular ou quadrada. "Espaços curvos podem auxiliar no momento de encaixar o desenho da piscina do terreno de forma mais adequada e até valorizar", explica Danielle.

Revestimentos

O revestimento desempenha um papel de destaque na beleza e na resistência, segundo Luana Ulliam. Ela diz que estão em alta piscinas das cores azul, verde, preto e branco, além de acabamentos de alta definição e do conceito de borda infinita.

As indicações de Patricia Penna são os materiais atérmicos. "Materiais naturais como pedra Miracema ou Goiás seguem sendo uma possibilidade. Podem ser instalados numa paginação ortogonal, com peças 'sob medida', ou numa paginação orgânica. Tudo depende muito do projeto e da proposta", sugere.

 

Editorias:
Casa
Compartilhe: