Grupo Diário da Região   | segunda-feira, 28 de setembro
IMG-LOGO
Home Casa

Aprenda a deixar sua casa no clima da primavera

Da Redação - 25/09/2020 17:30

A Primavera chegou! Elevação da umidade do ar, desabrochar das flores, mais cores no dia a dia. Não faltam motivos para gostar da primavera: é hora de dar adeus às pesadas roupas de cama, mudar a paleta de cores e deixar a casa pronta para receber a estação mais leve e florida do ano.

Mas como promover essa preparação e renovar o lar, que se tornou muito mais presentes em nossas vidas nesse ano? Arquitetos dão diversas dicas para ajudar nessa empreitada.

Mudar, mas sem ser radical

A arquiteta Cristiane Schiavoni é adepta da parcimônia. Levando em consideração que nem sempre é necessário promover alterações profundas para transformar a atmosfera, ela indica que é possível inserir a primavera em casa com poucas mudanças. “Saem de cena as mantas de tricô e os tons sóbrios. É muito gostoso quando conseguimos conferir esse clima alegre com a substituição de objetos e almofadas na sala de estar e na varanda”, exemplifica Cristiane. Nos dormitórios, ela sugere a renovação por meio do enxoval de cama.

As arquitetas Paula Passos e Danielle Dantas, do escritório Dantas & Passos Arquitetura, enfatizam a renovação que a estação evoca nas pessoas. “Se olharmos pelo significado, o equinócio da primavera vem como um renascimento e a chance de voltar à vida depois do recolhimento que inverno nos estimula. As cores são a nossa forma de expressão em casa”, diz Paula Passos. E ainda que seja tentador, “bom senso e equilíbrio nas escolhas é o caminho para que o cômodo possa emanar a energia esperada”, completa Danielle Dantas.

Paleta de cores

Tons claros como o off white ou cinza claro são a base para a alquimia efervescente das cores da primavera. Para Roberta Iervolino Giglio, da Figa Arquitetura, “amarelo, laranja, rosa, verde e azul se ajustam perfeitamente com a estação”.

A arquiteta Paula Passos chancela as cores apontadas por Roberta e expõe outra tendência para o período: o neo mint, que revela um toque futurista e, ao mesmo tempo, a conexão com a natureza, e o pink, que simboliza a fusão do rosa com o violeta. “Aprecio muito esse mix que desperta a jovialidade e o romantismo de uma forma muito moderna”, suspira Paula Passos.

Acessórios dão o charme

A arquiteta Erika Mello, do escritório Andrade & Mello Arquitetura, demonstra seu olhar para os acessórios, que possibilita entrar no mood da época. Além da decoração em si, ela recomenda tirar do armário os acessórios utilizados em ocasiões especiais. “Que tal expor na mesa os sousplats com motivos florais combinados com copos, talheres, guardanapos, travessas e apoios de panela com cores mais vibrantes?”, sugere Erika, sócia de Renato Andrade.

Para quem aposta em uma paleta mais clara, inspirada no estilo escandinavo, por exemplo, a arquiteta Pati Cillo, do Pati Cillo Arquitetura, traz a solução: “Você pode deixar o ambiente mais clean e branquinho e salpicar o colorido em tapete, cachepôs, flores e essências”. As luminárias também são boas pedidas!

De olho nas tendências

A primavera abre a perspectiva para a aplicação de papel de parede e tecidos florais, que podem apresentar desde ilustrações menores, até as mais trabalhadas, com desenhos à mão, que encantam e deixam o visual inovador e diferenciado.

Materiais do tipo sisal, vime e a corda, por exemplo, remetem à natureza. Entretanto, Erika ressalta uma tendência que, ao mesmo tempo, é uma de suas paixões: o design biofílico. Nesse desejo de trazer a natureza para os espaços com o ser humano convive, a indústria do décor tem desenvolvido inúmeras opções que são criadas com a intenção de unir funcionalidades, como uma luminária que oferece espaço para uma planta.

Editorias:
Casa
Compartilhe: