IMG-LOGO
Home VidaeArte

Saiba como é possível envelhecer melhor

Núcleo Digital - 06/07/2020 13:49

O tema é como envelhecer melhor, e aí temos que abordar de forma sistêmica o nosso organismo, pois doenças relacionadas ao envelhecimento, às vezes não vêm sozinhas, mas sim acompanhadas, como por exemplo a relação direta do diabetes com problemas cardiovasculares. Mas numa visão mais holística, podemos verificar através de exames as ligações que acontecem entre as doenças, onde sintomas como a fadiga, alterações do humor com irritabilidade, baixa da libido no homem, podem estar relacionadas à andropausa, que ocorre com a queda da produção da testosterona, porém os fatores que influenciam neste fenômeno podem estar relacionada à diminuição da produção de outro hormônio, que é produzida na glândula do estresse, a suprarrenal, conhecido como DHEA, que com o envelhecimento diminui em até 2% ao ano após os 30 anos em condições normais, mas em casos de pessoas que têm o nível de estresse cotidiano elevado, esta perda pode chegar a dobrar, demonstrando, neste caso, que para se fazer uma reposição hormonal adequada, é necessário avaliar o sistema como um todo, e não somente repor a testosterona.
Já em outro prisma do envelhecimento vemos as doenças do cérebro, onde o Alzheimer é sem dúvida a mais temida, mas que poucos sabem que a doença mais comum é a demência vascular senil, onde vemos novamente como a associação de doenças podem afetar nosso envelhecimento, e neste caso temos a hipertensão arterial não tratada adequadamente, que promove fenômenos de pequenas isquemias cerebrais e que, a longo prazo e dependendo da área afetada, inicia-se um processo irreversível de atrofia cerebral, marcada principalmente pela diminuição de memória e concentração, labilidade emocional, podendo chegar a transtornos de personalidades graves. Prevenção com exames periódicos e o emprego de terapias como a do uso das smart drugs se fazem necessários nestes casos, e quanto mais precoce o diagnóstico, melhor a resposta terapêutica. E aí vemos bem que o controle do estresse, exercícios físicos e uma alimentação saudável são apenas a ponta deste iceberg chamado de envelhecimento.
Temos vários outros temas que envolvem o envelhecimento, mas em todos, a abordagem não deve ser diferente, sempre antecipando os problemas, através de exames bioquímicos adequados, e tratamentos personalizados em busca do melhor, que é a MEDICINA DE PRECISÃO.

 

Por Júlio Palazzo de Melo

Médico Nutrólogo - CRM PR 16.401 | CRM SP 83.054

Editorias:
VidaeArte
Compartilhe: