As diferenças do mundo

MUNDO

As diferenças do mundo

Rio-pretense Sylvia Nogueira Cury dá dicas de destinos para pessoas de diferentes perfis conhecerem após a pandemia da Covid-19


Sylvia Nogueira Cury é fotógrafa em Rio Preto
Sylvia Nogueira Cury é fotógrafa em Rio Preto - Ruy Barbosa Jr / Divulgação

A fotógrafa Sylvia Nogueira Cury visitou mais de 30 países pelo mundo e, de 2005 a 2014, realizou 11 exposições sobre locais visitados no Riopreto Shopping. Itália, Canadá, Espanha, México, Israel, Emirados Árabes Unidos, Argentina, Turquia, Costa Rica, Peru, Suíça, Vietnã e Tailândia foram alguns dos países que foram visitados e documentados pelas lentes da rio-pretense.

Em junho do ano passado, a fotógrafa ainda lançou o livro "Outras Culturas", pela editora JJCarol, em que reúne imagens de belezas naturais incontestáveis, de tradicionais pontos turísticos, de flagras da vida cotidiana, de pessoas comuns ou de monumentos históricos. Com 172 páginas, a obra apresenta registros representativos de dez países diferentes. Indicado tanto àqueles que amam viajar como ao público em geral que nunca visitou os países, o livro tem 122 fotos com um texto que introduz o leitor aos locais retratados.

Viajante experiente, Sylvia é formada em publicidade e fotógrafa profissional desde 2000. A rio-pretense afirma que o mundo está repleto de países, com suas diferentes culturas, paisagens, gastronomias e povos, que merecem ser visitados após o surto do coronavírus. Confira abaixo as dicas e as fotografias de Sylvia para inspirar a sua próxima viagem.

 

Sylvia Cury/Divulgação

Se você for biólogo ou gosta muito de natureza, Sylvia recomenda a Costa Rica. "É possível visitar fazendas de borboletas, beija-flor, orquídeas, ranários e serpentários. O verde é intenso. Agora, se você não suporta bichos, esqueça, com certeza não será
a melhor opção."

Sylvia Cury/Divulgação

A pessoa espiritualizada e cheia de fé deve conhecer Israel, segundo a fotógrafa. "É um lugar que você se emociona, é de arrepiar o tempo todo, independente da sua religião. Mas o medo caminha junto. Imagino que você esteja pensando, e se tiver uma explosão? Calma! O turismo protege você, e vai sempre lhe indicar apenas lugares seguros. Quando eu estava em Tel Aviv, perguntei a recepcionista do hotel se era seguro andar com câmera fotográfica. Ela me perguntou - por que? Pronto! Já obtive a resposta."

Sylvia Cury/Divulgação

Sylvia afirma que o um marinheiro de primeira viagem e com pouca fluência no inglês, que tem vontade de visitar a Europa, deve ir para Portugal. "Bem, desde que você passe uns diazinhos em Paris. Português é a nossa língua, embora lá, você talvez tenha dúvida disso. Vai ter um monte de palavras que você pensa que é uma coisa, e é outra. Mas, de uma maneira geral, a língua não é problema em Portugal. Agora, ir à Europa e não dar um pulinho em Paris é um desperdício. Que cidade linda. Adoro."

Sylvia Cury/Divulgação

Se você gosta de tomar whisky, a dica de Sylvia é ir até a Escócia. Vá beber na fonte. "Na verdade, os escoceses bebem mais cerveja e exportam o whisky. Vi em uma das destilarias um banner escrito em português. Fiquei surpresa e fui perguntar. Dito e feito. O Brasil era o segundo maior consumidor daquele whisky no mundo, atrás apenas, dos Estados Unidos."

Sylvia Cury/Divulgação

A Suíça, segundo Sylvia, é indicada ao turista com pouco tempo e que quer conhecer vários países. "Dentro dela, tem três países, Alemanha, Itália e França. Cada cantão (divisão territorial) comporta-se como tal. Na parte da Suíça-Alemã, as pessoas são alemãs, a arquitetura das casas é alemã, a comida típica é alemã, tudo é alemão. E assim é o mesmo com a Suíça-Italiana e francesa."

Fotos: Sylvia Cury/Divulgação

"Se você gosta de coisas diferentes, vá à Tailândia", afirma Sylvia. "Você vai ver templos incrivelmente dourados, andar de tuk-tuk, vai comer comida apimentada, vai fazer uma massagem inesquecível, vai passear em mercado flutuante, e se não tiver receio, vai até querer por uma cobra no pescoço para fazer uma foto de recordação. Ali, você vai ter boa amostra do que é a Ásia."