Pontos turísticos do Rio reabrem

BRASIL

Pontos turísticos do Rio reabrem

Locais terão capacidade de público reduzida, descontos e algumas restrições


A maior roda gigante da América Latina, a Riostar, reabre com medidas de segurança para usuários
A maior roda gigante da América Latina, a Riostar, reabre com medidas de segurança para usuários - Tânia Rêgo/Agência Brasil

Alguns dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro voltaram a receber visitantes depois de cerca de cinco meses fechados por causa da pandemia da Covid-19. Com descontos nos ingressos, reabriram o Bondinho do Pão de Açúcar, o aquário AquaRio, a roda gigante Rio Star e os dois acessos ao Cristo Redentor: o Trem do Corcovado e o Paineiras Corcovado.

Com a transmissão da doença ainda presente na cidade, serão adotados protocolos como a obrigação do uso de máscaras, o distanciamento mínimo entre os visitantes, a aferição de temperatura e capacidade de lotação reduzida. O Bondinho do Pão de Açúcar funcionará com apenas dois terços da capacidade, e a roda gigante RioStar e o Trem do Corcovado limitarão sua capacidade à metade do total de público.

Redescubra o Rio

Os pontos turísticos cariocas lançaram a campanha Redescubra o Rio, com descontos de 30% a 50% para moradores da cidade, que precisam apresentar comprovante de residência. O Cristo Redentor passou por um processo de desinfecção para receber os turistas. O Jardim Botânico do Rio de Janeiro, que já estava recebendo visitas com horário agendado desde 9 de julho, também aderiu à campanha.

Para marcar o retorno das atividades, os pontos turísticos realizaram uma iluminação noturna e uma cerimônia no Cristo Redentor, da qual participaram o ministro do turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, e a secretária Estadual de Turismo do Rio de Janeiro, Adriana Homem de Carvalho. Em outra cerimônia, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, reabriu o Parque Nacional da Tijuca, onde fica o Cristo Redentor.

Em tempos de pandemia, até mesmo o festival Hora do Horror do Hopi Hari, em Vinhedo, chega em formato adequado ao momento. A partir do dia 4 de setembro, o público poderá conferir as atrações sem precisar sair do carro, no evento agora intitulado "Horror Drive Tour".

O formato vai permitir que o visitante faça o percurso estabelecido, que terá quase três quilômetros, com aquelas criaturas assustadoras, que surgirão da escuridão. 

Como tudo será diferente nesse formato de drive-in, os visitantes que participarão do "Horror Drive Tour" contarão com um evento antes de começar o trajeto. Está programado um esquenta com a apresentação de DJs ao vivo no Teatro Arena Show, um novo espaço do parque, que conta com venda de comida e bebida. Todos os eventos serão com o público dentro do carro e seguindo todos os protocolos sanitários para controle da covid-19.

O ingresso para o "Horror Drive Tour" dá acesso ao evento de um automóvel de pequeno ou médio porte com duas, três ou até quatro pessoas e custa R$ 249,90. Informações: (11) 4290-0333.

(com Agência Estado)