Paraíso além das águas

NORDESTE

Paraíso além das águas

Após a pandemia da Covid-19, fuja para o Estado de Alagoas, que tem um pôr do sol inesquecível, e conheça cidades imperdíveis e cheias de histórias


O trecho do litoral alagoano onde fica a cidade de São Miguel dos Milagres é destino perfeito para fugir do turismo de massa. As longas praias, sombreadas por coqueiros, são protegidas por recifes que formam piscinas naturais. Com boa comida, o lugar, que tem cerca de 6 mil habitantes, é indicado para quem quer descansar a mente e o corpo. Na praia não é permitido andar de bugues, carros e quadriciclos. No lugar, ainda dá para visitar o Projeto Peixe-Boi no rio Tatuamunha
O trecho do litoral alagoano onde fica a cidade de São Miguel dos Milagres é destino perfeito para fugir do turismo de massa. As longas praias, sombreadas por coqueiros, são protegidas por recifes que formam piscinas naturais. Com boa comida, o lugar, que tem cerca de 6 mil habitantes, é indicado para quem quer descansar a mente e o corpo. Na praia não é permitido andar de bugues, carros e quadriciclos. No lugar, ainda dá para visitar o Projeto Peixe-Boi no rio Tatuamunha - Marco Ankosqui/MTur/Divulgação

Assim como a vida e a obra do escritor, jornalista e político alagoano Graciliano Ramos merecem ser conhecidos, o seu Estado natal também merece ser visitado após o surto do coronavírus. Natural do município de Quebrangulo, o autor se inspirou no sertão nordestino e seus moradores para escrever seus livros, em especial "Vidas Secas", romance publicado em 1938 que retrata a vida de uma família de retirantes sertanejos. Assim, nada mais justo que os brasileiros também se inspirarem e criarem a sua própria história no Estado, nas próximas férias.

Com um famoso litoral, com suas belas praias com águas cristalinas, o Estado preserva a sua história por meio de museus, como Museu Palácio Floriano Peixoto (Mupa), cujo acervo é constituído do mobiliário dos séculos XIX e XX, prataria, cristais e objetos decorativos, além de inúmeros quadros de pintores alagoanos, como José Zumba, Luis Silva e Lourenço Peixoto.

Uma ida até cidades como Penedo, às margens do São Francisco, é um passeio inesquecível. Fundada no século XVI, ela foi o primeiro povoado de Alagoas e o seu Centro Histórico guarda um significativo conjunto arquitetônico que pode ser visitado a pé. Confira abaixo algumas cidades do Estado que merecem uma visita: