Artrose precoce

Saúde

Artrose precoce

Se você está com alguns quilos a mais, saiba que condição pode acelerar a doença


 Entre os problemas causados pelo excesso de peso está a artrose
Entre os problemas causados pelo excesso de peso está a artrose - Pixabay/Banco de Imagens

A população está acima do peso e a condição, não é de hoje como mostra a ciência, traz com ela uma série de problemas para a saúde. Entre os problemas comuns aparece a artrose (osteoartrite). As áreas mais atingidas por esse problema são justamente aquelas que você mais movimenta: coluna, quadril, joelhos, tornozelos e pés.

A artrose acontece quando a cartilagem, meniscos e ligamentos sofrem desgaste. Esse processo pode ocorrer por predisposição genética, mas também pode ser motivada por uma ação mecânica e química, causada pelo excesso de gordura e o peso excessivo. "O excesso de peso e o acúmulo de gordura - principalmente a abdominal, são o que aumentam o desgaste, mais comum em pessoas acima dos 40 anos idade", explica o ortopedista Daniel Carvalho.

"A obesidade atinge mais 500 milhões de pessoas em todo o mundo. Só no Brasil, cerca de 20% da população tem obesidade. O excesso de peso está presente em 60% dos brasileiros adultos. Essas estatísticas estão em elevação e em todas as faixas etárias", explica a endocrinologista Lorena Lima Amato.

No Brasil há mais de dez milhões de casos registrados de artrose e muitas pessoas acreditam ser um problema exclusivamente relacionado ao envelhecimento. Mas não é bem assim. Segundo o ortopedista e fisiatra Carlos Mandelik, uma parcela considerável dos pacientes diagnosticados com artrose é composta por adultos jovens. "Evidentemente, a população acima dos 65 anos sofre mais pelo desgaste natural do tecido. Mas os grandes vilões da osteoartrite são ainda o sobrepeso e o uso abusivo das articulações. Como a obesidade e o sobrepeso já se tornaram um problema de saúde pública e atingem mais da metade da nossa população, pode-se imaginar que o impacto nas articulações - especialmente no quadril e joelhos - deve se agravar", diz Mandelik.

Tratamento correto

A artrose deve ser corretamente tratada para que a pessoa possa viver normalmente. Quase metade dos pacientes que são diagnosticados com essa doença relata não praticar atividades físicas por causa das dores sentidas, o que ajuda no ganho de peso e na adoção de uma vida sedentária. "A obesidade e a artrose tornam-se assim, comorbidades - doenças que trabalham juntas para piorar a condição do paciente", diz Daniel Carvalho.

Inicialmente tratam-se os sintomas com analgésicos, anti-inflamatórios, condroprotetores (medicação específica para proteção da cartilagem), além de fisioterapia e hidroterapia. Outro tratamento para melhora da dor é a viscosuplementação, infiltração de ácido hialurônico dentro da articulação.

"A intervenção cirúrgica é recomendada apenas nos casos mais graves. Observa-se cada vez mais o surgimento de casos de artrose em jovens com excesso de peso que necessitam de cirurgia, visto que o tratamento convencional não tem muito efeito nessa parcela da sociedade", diz ainda o médico.