Treino a dois

Fitness

Treino a dois

Abandone as desculpas e aproveite para treinar com seu par


Incluir a rotina de treino entre o casal pode servir como incentivo
Incluir a rotina de treino entre o casal pode servir como incentivo - Freepik/Banco de Imagens

Manter a rotina de exercícios físicos tem sido mais difícil para as pessoas. É preciso ter disposição e disciplina, uma combinação que nem sempre é possível nos dias atuais por conta da necessidade de distanciamento social. Colocar em prática aquela velha promessa de começar uma atividade física então, parece ainda mais difícil. O que não faltam são desculpas para adiar os planos: cansaço, problemas financeiros, acompanhar as atividades escolares dos filhos. Nesses casos, a companhia certa pode ser o ingrediente-chave que faltava para convencer qualquer um a sair do sofá.

"Quando um casal se exercita junto e compartilha o mesmo objetivo, o caminho da vida saudável fica muito mais leve e divertida", explica o educador físico Luiz Adalberto dos Reis. A prática de exercícios melhora o condicionamento físico e aumenta a autoestima, promovendo uma sensação de bem-estar que, quando compartilhada, pode ser ainda mais benéfica.

Porém, a tarefa de pular um dia de treino se torna mais difícil quando se tem uma companhia para se exercitar com você e não te deixar cair em tentação. Um estudo divulgado pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP) mostra que treinar acompanhado de um amigo, namorado ou mesmo de algum parente, ajuda a reduzir o estresse, pois a interação social entre os praticantes faz com que um apoie o outro. Psicólogos da Universidade de Stony Brook em Nova Iorque, nos Estados Unidos, provaram que a prática de exercícios com a família e/ou amigos influencia a motivação pessoal. Testes demonstraram que a motivação dos que são próximos anima a se exercitar.

 

Um incentiva o outro: O incentivo mútuo é um dos maiores ganhos de treinar com seu parceiro (a). Isto pode ser um estímulo para quem tem dificuldade de inserir os exercícios na sua rotina, mesmo entendendo sua importância. Esta força extra conta muito no dia a dia. Seja para casais que vivem juntos ou para quem mora em casas separadas, é possível estabelecer um hábito em conjunto. Estabeleça um horário comum para praticar os exercícios, momento em que ambos possam se dedicar somente a isso. Dessa forma, quando um estiver menos motivado, o outro pode ser um incentivador importante;

Mais afinidade e intimidade: Mesmo que o perfil do casal não seja fitness, praticar uma atividade física vai muito além da estética e traz inúmeros ganhos para a saúde do corpo e da mente. Quando executada a dois, os benefícios só aumentam. Treinar em casal pode gerar mais afinidades, fazendo com que descubram mais coisas em comum. São detalhes na hora do treino que levam os dois a se conhecerem melhor e, assim, se tornam mais íntimos;

Desafios e recompensas: Para evitar que o desânimo atrapalhe os treinos, crie jogos com desafios e recompensas. Podem ser apostas simbólicas, com regras que sejam agradáveis e atrativas para ambos, evitando, assim, que o treino vire uma tortura. A recompensa pode tornar a prática de exercícios mais estimulante.

Fonte: Luiz Adalberto dos Reis

 

Prancha com tapinha: Na posição da prancha, um de frente para o outro, erga as mãos e a ponta dos pés de forma intercalada, batendo as palmas livres com o parceiro;

Repetição: Três séries de 40 segundos;

Agachamento de mãos dadas: Ambos devem ficar em pé, um de frente para o outro. Deem-se as mãos como apoio e flexionam os joelhos, fazendo o agachamento como se fossem se sentar.

Repetição: Três séries de 12, com intervalos de 40 segundos

Leg press humano: Um deve ficar deitado com a barriga para cima e as pernas levantadas. O outro deve apoiar nos pés do parceiro com o peito ou com o abdomen, fazendo peso no movimento de vai e volta das pernas.

Repetição: três séries de 12, com intervalos de 40 segundos.