Sonhos de ano novo

Painel de Ideias

Sonhos de ano novo

O desejo para todos nós é de saúde! Que possamos em breve rever a família, dar uma volta a pé, caminhar de mãos dadas com o amor da vida, encontrar os amigos, abraçá-los, sentarmo-nos à mesa com eles e rirmos até doer a barriga


Adriana Neves
Adriana Neves - Divulgação

Hoje começa um novo ano para mim! Segundo Zuenir Ventura, nasci no "ano que nunca acabou". Desde então, quando o novo ano se inicia, sempre é tempo de comemorar, sonhar, almejar conquistas, desejar e projetar o futuro. Nas listas de desejos, priorizamos a saúde, alegria, prosperidade, e, às vezes, desejamos e planejamos trocar o carro, comprar casa nova, fazer uma viagem, que a empresa cresça e seguimos com a lista. Há dias me pego pensando e tentando fazer a tal lista de Ano Novo. A princípio só consigo pensar nos problemas a solucionar, um de cada vez, até que a bendita vacina apareça. Respirando profundamente, me lembro do ditado popular: "Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe."

A pandemia expôs nossa fragilidade física, emocional e de segurança econômica. A combinação de incertezas com perigos nos trouxe um intenso desejo de certeza, do conhecido, do simples. O sentimento de perda do controle de nós mesmos evidenciou a nossa dependência dos outros. Esses meses de isolamento nos levaram a valorizar as relações sociais, a fortalecer os vínculos que temos e aumentar o apreço por familiares e amigos. Tudo isso provocou um profundo efeito interno, impactou o que sentimos, pensamos e o que fazemos. Estamos mudando quem somos e como nos relacionamos com as pessoas, com o mundo e, principalmente, o que valorizamos. Toda essa instabilidade criou uma onda de solidariedade, de cooperação comunitária e consideração, e cuidados são priorizados. Celebramos os que estendem a mão e colaboram para mudar o cenário e redesenhar o futuro.

Desejo que a nova vacina chegue logo e que seja acessível a todos. Desejo que, diante da maior sensação de vulnerabilidade que a humanidade moderna já viveu, os gestores públicos tenham lucidez, trabalhem e deem foco na comunidade e não em interesses particulares.

O desejo para todos nós é de saúde! Que possamos em breve rever a família, dar uma volta a pé, caminhar de mãos dadas com o amor da vida, encontrar os amigos, abraçá-los, sentarmo-nos à mesa com eles e rirmos até doer a barriga, praticar esportes, ir a um restaurante ou bar, dar um mergulho no mar e que não percamos de vista as conquistas desta fase. Que nossa evolução e aprendizado se perpetuem em nós. É hora de sonhar, acreditar e realizar.

ADRIANA NEVES, Empresária em Rio Preto. Escreve quinzenalmente neste espaço às quintas-feiras