LIMÃO

ARTIGO

LIMÃO


O neurocirurgião Eduardo Silva
O neurocirurgião Eduardo Silva - Johnny Torres/Arquivo

O limão é um fruto rico em vitamina C que pode ser usado como tempero, como suco ou como óleo essencial obtido de sua casca. Os componentes do limão são: ácido cítrico, bioflavonóides, pectina, ácido ascórbico, folato, vitaminas A, C, E e do complexo B, calorias, água, proteína, gordura, carboidrato, fibras, cálcio, magnésio, fósforo e potássio. Os princípios bioativos mais importantes são: o ácido cítrico e os antioxidantes como a hesperidina, a diosmina e a eritocitrina e o óleo essencial limoneno. O limão é considerado a fruta com a maior concentração de energia solar. Toda vez que ingere limão, você absorve energia solar. Ele é ácido, e ao ser processado no organismo torna-se alcalino, com capacidade de mineralizar o corpo. Inclusive o uso do limão contribui para remover a acidez do corpo, incluindo o ácido úrico nas articulações. O limão colabora para melhorar a imunidade e por isso é um bom aliado para combater inflamações, gripes e resfriados.

A vitamina C e os flavonóides do limão tem propriedades antioxidantes, responsáveis por remover os radicais livres do corpo que lesiona as células e pode atuar como anti-envelhecimento e tem efeitos anti-câncer. Os principais benefícios são: estimular a produção de enzimas digestivas e atuar no alívio dos sintomas de indigestão e melhora da constipação intestinal, na desintoxicação do organismo, como do fígado, intestino e por eliminar as substâncias tóxicas do sangue. Apresenta proteção contra as doenças degenerativas e infecções por diminuir a acidez do sangue. Como antiinflamatório alivia a dor da gota e do reumatismo. Auxilia e previne a anemia por aumentar a absorção e assimilação de ferro e outros minerais dos alimentos vegetais. O ácido cítrico contido no limão, ajuda a prevenir a formação de cálculos renais. Ele ativa o metabolismo do cálcio para os ossos e os dentes, e contribui para reduzir o risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral isquêmico. A vitamina C contida no limão auxilia na formação do colágeno, protege a pele e induz a cicatrização.

O uso de limão melhora a resistência da insulina, a glicemia, o metabolismo das gorduras, reduz o nível de colesterol e triglicérides e promove a perda de peso. O óleo essencial do limão usado em nebulização melhora as doenças infecciosas respiratórias. Recomenda-se o uso de 1 a 2 limões 20 minutos antes do desjejum.