Sony anuncia que vai fechar fábrica no Brasil

Encerrará venda de TVs e câmeras

Sony anuncia que vai fechar fábrica no Brasil


Presente há quase cinco décadas no Brasil, a fabricante de eletrônicos Sony vai fechar sua fábrica na Zona Franca de Manaus e deixará de vender TVs, câmeras e produtos de áudio no País a partir de março de 2021 - período em que se encerra o ano fiscal de 2020 da companhia japonesa. A informação consta em um comunicado enviado pela fabricante japonesa a parceiros, incluindo varejistas, o Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam) e o governo estadual local - o Estadão teve acesso ao documento.

No comunicado, a empresa diz que a decisão ocorre "considerando o ambiente recente de mercado e a tendência esperada para os negócios". A companhia reafirma que outras de suas quatro divisões (videogames, soluções profissionais, música e audiovisual, que inclui cinema e TV) continuarão a atuar no Brasil.

Apesar do fechamento da fábrica, a Sony também afirma que manterá operações locais para "oferecer todo suporte ao consumidor para os produtos sob a sua responsabilidade comercial de acordo com as leis aplicáveis e sua política de garantia de produtos". As vendas de PlayStation, que já não contavam com fabricação local, devem continuar por meio de distribuidoras. Segundo apurou o Estadão com fontes do mercado, uma saída possível para os próximos passos da empresa seria fechar um contrato com uma distribuidora, mas nenhuma parceria foi firmada até o momento.