Construtoras lançam novos empreendimentos em Rio Preto

LANÇAMENTOS

Construtoras lançam novos empreendimentos em Rio Preto

Condomínios verticais atendem desde o perfil econômico até o alto padrão. Empresários estão otimistas com as vendas, impulsionadas pela queda nos juros e a facilidade de crédito


Hugo Engenharia leva mais uma opção de alto padrão à zona Sul
Hugo Engenharia leva mais uma opção de alto padrão à zona Sul - Divulgação/Hugo Engenharia

Mesmo com uma desaceleração provocada pela pandemia, o setor da construção civil continuou funcionando no País, inclusive durante os períodos mais rígidos da quarentena. Em Rio Preto, construtoras estão lançando novos empreendimentos e apostam nos juros baixos e em facilidades de crédito para atrair compradores.

A Taflex, nova marca criada pela construtora Tarraf, está lançando o empreendimento residencial Borghese Boulevard, que contará com duas torres de 14 pavimentos, com 240 unidades. Os apartamentos podem ter um ou dois dormitórios. Os imóveis são vendidos a partir de R$ 164 mil e estão localizados próximo ao novo hospital municipal da região Norte. A previsão é de que o empreendimento seja entregue em maio de 2022.

Segundo o vice-presidente executivo da Tarraf, Olavo Tarraf Filho, o motivo de investir em um novo empreendimento nesse cenário se deve ao fato de o mercado em geral não ter parado de consumir, além de o setor imobiliário estar com condições vantajosas – e históricas – para aquisição de um imóvel. "O investimento em imóveis nunca se provou tão seguro como agora, muito menos volátil (arriscado) do que qualquer aplicação financeira. Estamos vivendo um período histórico no Brasil, em que as taxas de juros estão num dos menores patamares já registrados e queremos proporcionar aos nossos clientes a oportunidade de comprar excelentes produtos com as melhores condições possíveis", conta.

O empresário complementa dizendo que a escolha de lançar um produto mais popular se deve a um estudo equilibrado entre oferta e demanda "Temos um excelente produto, numa excelente região e com uma das menores taxas de juros da história. Tínhamos o dever de proporcionar isso ao mercado, que foi muito receptivo com o lançamento", diz. Ainda, segundo ele, serão gerados cerca de 500 empregos direta e indiretamente. "Para nós é uma honra poder falar em geração de empregos em meio à crise que estamos vivendo. Como empresa, é nosso dever seguir conscientes e sempre em frente", explica.

O Residencial Rio Tocantins, localizado no Jardim Caparroz, é o novo projeto da MRV em Rio Preto. O empreendimento é um condomínio fechado, com apartamentos de dois quartos. Diferentemente do que vinha sendo entregue pela construtora nos últimos anos, os apartamentos desse empreendimento contarão com sacada.

O gestor de vendas comercial da MRV da regional de Rio Preto, Ricardo Carrenho, diz que a iniciativa vai ao encontro do posicionamento da empresa, que se propõe a ser uma plataforma de soluções habitacionais, próxima do consumidor para realizar o sonho da casa própria. "Desde que começou a pandemia, nós promovemos várias ações de campanha 'fique em casa', oferecemos todas as condições para o cliente fazer a compra 100% online, além das condições únicas que estamos oferecendo para o cliente, que é mais uma oportunidade de compra para quem realmente precisa da casa própria", explica o gestor.

Com as condições atrativas do mercado imobiliário atualmente – juros baixos e facilidades no financiamento –, a MRV acredita que as pessoas estarão mais seguras para comprar. "Quem precisa comprar seu imóvel e vem se planejando para isso terá a menor taxa de juros da história", acrescenta Carrenho. O residencial terá 23 torres, que juntas contarão com 384 apartamentos. O valor da unidade será a partir de R$ 145 mil e a data prevista para a entrega será em dezembro de 2021. A obra gerará 1,5 mil novos empregos diretos e indiretos na cidade.

Alto padrão

A Hugo Engenharia também está apostando em um novo empreendimento, este de alto padrão. O Holt Place, que será construído no Reserva da Mata, na região Sul de Rio Preto, será uma torre única com 21 andares e quatro apartamentos por andar. A unidades terão três ou quatro suítes, com elevadores exclusivos, com o conceito "At Home", que chegam diretamente nos apartamentos. Cada unidade custará a partir de R$ 1,15 milhão.

De acordo com o diretor da Hugo Engenharia, Marcelo Chibeni, investir em um empreendimento dessa categoria no atual momento reflete a confiança do setor imobiliário, além do potencial econômico da região. "O novo empreendimento é altamente viável, o que proporciona segurança à empresa e ao mercado consumidor", diz. Marcelo afirma que serão gerados 323 empregos direta e indiretamente e que toda a obra está prevista para ser entregue em outubro de 2023.

(Colaborou Beatriz Moreira)