Prefeitura de Rio Preto pede prazo em ação sobre favela

COLUNA DO DIÁRIO

Prefeitura de Rio Preto pede prazo em ação sobre favela

Moradores suspeitam que pedido feito por Procuradoria-geral do município tenha conotação eleitoral


Menino corre na favela da Vila Itália: Prefeitura pediu para suspender ação de reintegração até 2021
Menino corre na favela da Vila Itália: Prefeitura pediu para suspender ação de reintegração até 2021 - Guilherme Baffi 23/1/2020

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), pediu à Justiça para suspender, até 2021, a ação de reintegração de posse de área onde fica a favela da Vila Itália. A justificativa apresentada é a possível formalização de projeto em parceria com a iniciativa privada para regularizar a ocupação do terreno. Moradores suspeitam que o pedido seja uma "jogada política" de Edinho como candidato à reeleição em novembro.

No pedido, o procurador-geral do município, Adilson Vedroni, pede ao juiz da 1ª Vara da Fazenda, Adilson Araki Ribeiro, que suspenda a ação por seis meses, "tendo em vista a possibilidade de uma solução patrocinada pela iniciativa privada para os moradores".

A Defensoria Pública, que já tinha apresentado proposta de regularização, afirma que a suspensão da reintegração é um equívoco. "Em período eleitoral podemos esperar de tudo", disse o defensor Júlio Tanone.

Mesma opinião tem o representante dos cerca de 500 moradores da favela, Benvindo Neres Pereira. Segundo ele, o objetivo do Executivo seria evitar possíveis desgastes com o assunto, que se arrasta desde 2016, e jogar o problema para o próximo ano, o que, para Benvindo, beneficiaria a campanha eleitoral de Edinho.

"Nós concordamos com a regularização oficial, mas sem a suspensão", disse. "É um pedido político. Precisamos de melhorias de imediato, estamos sem água há um mês", afirmou o representante dos moradores.

O promotor de Justiça Sérgio Clementino afirma que pretende concordar com o pedido, já que a proposta incluiria regularização, infraestrutura e urbanização da área. "Precisamos verificar os detalhes", afirmou.

Agendado - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta terça-feira, 8, regras para os registros de candidaturas para quem pretende disputar a eleição deste ano. A resolução determina que a presença de representantes de agremiações ou coligações aos cartórios para a apresentação dos pedidos de registro de candidatura deverá ser previamente agendada. O TSE autoriza envio dos dados pela internet, até 8h do dia 26.

Cautela - Apesar de Rio Preto ter avançado à fase amarela do Plano São Paulo do governo estadual para retomada da economia na pandemia, a Prefeitura descarta, neste momento, mudanças no sistema de trabalho que possam resultar em aglomerações. O trabalho remoto continua. Ainda mais no prédio da Prefeitura, na avenida Alberto Andaló, por onde passam mais de 600 pessoas todos os dias.

Johnny Torres 5/5/2020

Libera mais

No primeiro dia útil com a região de Rio Preto na fase amarela do Plano SP, que amplia regras para funcionamento do comércio, na Câmara já apareceu um pedido para mais flexibilização. O vereador Anderson Branco (foto) protocolou requerimento pedindo ao Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus de Rio Preto que libere o funcionamento de bares e restaurantes até 22 horas na cidade. Na fase atual, a atividade é permitida até 17h.

No páreo

O ex-prefeito de Rio Preto Valdomiro Lopes (PSB) segue na ofensiva para tentar ser candidato e teria conversado com o presidente estadual da sigla, Márcio França. Até aliança com o PSDB, que tem Renato Pupo como pré-candidato, está no cardápio eleitoral.

Anuncia

E o ex-chefe de gabinete de Valdomiro, Alex Sandro Carvalho, confirmou, em redes sociais, que é pré-candidato a vereador. E pelo PSDB.