Pré-candidata coronel Helena ganha adesão

COLUNA DO DIÁRIO

Pré-candidata coronel Helena ganha adesão

Republicanos diz que conversa com outros partidos para confirmar indicação de pré-candidato a vice


Diego Polachini, presidente do Republicanos, com Helena, pré-candidata a prefeita, em março
Diego Polachini, presidente do Republicanos, com Helena, pré-candidata a prefeita, em março - Reprodução/Youtube

A pré-candidatura a prefeita de Rio Preto da coronel reformada da Polícia Militar Helena dos Santos Reis, filiada ao Republicanos, recebeu adesão do Solidariedade (SD). O comunicado de apoio foi divulgado por dirigentes das duas siglas. Helena filiou-se ao partido em março e estreia em disputas eleitorais. O SD é o primeiro partido a fechar a aliança com o Republicanos, que mantém tratativas com outras legendas. "A pré-candidatura da coronel Helena representa o que há de melhor e necessário para Rio Preto", afirmou Francisco Oliveira, do Solidariedade.

Já em clima eleitoral, Helena defendeu "olhar mais humano para resolver problemas do dia a dia e deste novo normal que a pandemia trouxe", afirma o comunicado da aliança.

O presidente do partido, Diego Polachini, disse que novas alianças devem ser divulgadas nos próximos dias, com indicação de pré-candidato a vice-prefeito. "Temos conversado com alguns partidos que têm afinidade com nossa proposta de mudanças para a cidade", afirma.

O Republicanos participa do governo de Edinho Araújo (MDB), que deve ser candidato à reeleição. A sigla tem indicação na pasta de Habitação, com Fabiana Zanqueta, e o subprefeito do distrito de Engenheiro Schmitt, Devair Oliveira. Este, aliás, deixará o cargo até 15 de agosto para disputar cadeira na Câmara.

O partido agora mantém distanciamento do governo, assim como outras siglas que estavam na coligação da eleição do atual prefeito em 2016 e que anunciaram pré-candidatura. É o caso, por exemplo, do PSL, e PTC, com pré-candidaturas de Marco Casale e Danila Azevedo, respectivamente.

Questiona - Licitação da Prefeitura de Rio Preto que prevê gastos de até R$ 4,1 milhões para compra de medicamentos de combate à Covid-19 foi questionada na Câmara. A licitação estipula compra de 300 mil comprimidos do antibiótico azitromicina, entre outros remédios. A lista inclui, ainda, 150 mil comprimidos de ivermectina, fármaco utilizado no tratamento contra parasitas, que não teria eficácia comprovada de prevenção à Covid. Marco Rillo (Psol) pediu explicações sobre a compra.

Mapa errado - Ao anunciar mudanças no plano de flexibilização da economia em meio à pandemia de coronavírus nesta segunda-feira, 27, o governo de São Paulo apresentou um mapa das regiões do Estado durante coletiva no Palácio dos Bandeirantes. A apresentação da secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, mostrou a região de Rio Preto na fase vermelha do plano, a mais restritiva. O mapa estava errado, segundo o governo. O município segue laranja, mas, sim, com possibilidade de regressão.

Divulgação/Prefeitura de Rio Preto

1,6 milhão de máscaras

Ainda sem data definida, a Prefeitura de Rio Preto se prepara para volta às aulas nas escolas municipais que chegaram a ser usadas como postos de vacinação contra gripe (foto) durante a pandemia de coronavírus. A Secretaria de Educação abriu licitação para compra de 1,6 milhão de máscaras que serão utilizadas no setor, quando ocorrer a retomada. Os lotes incluem máscaras que devem ser distribuídas a alunos.

Calçadas

O vereador em Rio Preto Jorge Menezes (PSD) apresentou projeto que obriga empresas que realizam serviços em calçadas a reparar eventuais danos. A proposta estipula prazo máximo de dois meses para a restauração.

Homenagem

A Câmara de Rio Preto vota na sessão desta terça-feira, 28, moção de aplausos pelos 70 anos do Diário da Região, completados em 23 de julho. A moção foi apresentada pelo presidente da Casa, Paulo Pauléra (PP).