Secretário de Comunicação deixa o governo de olho na corrida eleitoral

COLUNA DO DIÁRIO

Secretário de Comunicação deixa o governo de olho na corrida eleitoral

Secretário vai atuar em plano de governo do MDB, que Edinho como provável candidato à reeleição


Edinho, no centro, ao lado de Soler, e da nova secretária Josi Amoriele, em reunião nesta sexta
Edinho, no centro, ao lado de Soler, e da nova secretária Josi Amoriele, em reunião nesta sexta -

O Secretário de Comunicação de Rio Preto, Mário Soler, deixou o cargo nesta sexta-feira, 24. O comunicado oficial foi divulgado pelo município no final da tarde. Antes, Soler teve reunião o prefeito Edinho Araújo (MDB). O secretário estava no cargo desde início da atual gestão de Edinho, em janeiro de 2017, e também foi assessor em passagens anteriores de Edinho na Prefeitura. Ainda atuou como assessor de Edinho quando o atual prefeito era deputado federal.

Soler deixa o cargo de olho na corrida eleitoral deste ano. Segundo a Coluna apurou, ele vai tirar alguns dias de folga. Depois, irá integrar grupo do MDB para elaboração de plano de governo da campanha do partido do prefeito Edinho Araújo. Apesar de negativas de Edinho de falar sobre campanha por conta da pandemia de coronavírus, o prefeito é tido como provável candidato a reeleição no pleito marcado para o mês de novembro. A aliados mais próximos, Soler afirmou nesta sexta que o próprio Edinho não confirma sua candidatura. O partido marcou convenção na Câmara para o dia 12 de setembro, data que deve ser definida candidatura.

A então assessora da secretaria, Josiane Amoriele, irá assumir o comando da Comunicação. Ela é profissional da área de marketing e publicidade, com 20 anos de profissão.

"Neste primeiro momento pretendo descansar - ficando em casa, claro, sou do grupo de risco - e não descarto novas missões mais adiante", disse Soler, em comunicado oficial de sua saída.

Edinho afirmou em nota que "respeita" o pedido de saída de Soler. "Sempre fiel e amigo leal. Novas caminhadas surgirão", disse.

Sem clima - Embora os partidos já tenham marcado as datas para convenções que irão definir candidaturas em Rio Preto, dirigentes de siglas afirmam que o momento de pandemia deixa as reuniões políticas ainda em clima "morno". "Tem gente com medo de se reunir para debater política", afirma dirigente de partido de Rio Preto. "As conversas políticas costumam ser olho no olho. Complicado fazer reunião virtual", afirmou outro presidente de partido.

Pré-candidato - O PC do B de Rio Preto anunciou nesta sexta-feira, 24, que o empresário Carlos Alexandre, presidente da legenda no município, é pré-candidato a prefeito na eleição deste ano. A convenção do partido para oficializar candidatura, e também chapa de candidatos a vereadores, será realizada em setembro. A confirmação da pré-candidatura revela a divisão na esquerda em Rio Preto na corrida eleitoral. Tentativa de unir Psol, PT e outras siglas mostra-se cada vez mais difícil para os partidos.

Reprodução/Twitter

Desafiador

O vice-governador Rodrigo Garcia (foto), do DEM, postou vídeo no Twitter de reunião virtual que teve com empreendedores. "Falei do momento econômico e dos desafios do futuro", afirmou. Garcia disse que o ano de 2021 vai ser "muito desafiador para qualquer gestor público". Disse, ainda, que o governo estadual irá focar no combate à pandemia nos próximos dois ou três meses.

Chamada

A Prefeitura de Votuporanga recorre à iniciativa privada para ampliar o atendimento na saúde. O Executivo publicou chamamento público para "credenciamento de prestadores de serviços médicos generalistas e especialistas para funções na diversas redes de saúde".

Conselho

A palestra de políticas de igualdade racial é organizada pela Unegro, com apoio da Prefeitura de Rio Preto e será transmitida pelo Facebook hoje, às 9h.