COLUNA DO DIÁRIO

Doria mantém academia e salão de beleza fechados

Governador João Doria (PSDB) disse que não haverá alteração na quarentena até o dia 31 de maio


Governador João Doria (PSDB) usa máscara durante anúncio no Palácio Bandeirantes
Governador João Doria (PSDB) usa máscara durante anúncio no Palácio Bandeirantes - Divulgação/Governo do Estado

O governador João Doria (PSDB) afirmou nesta quarta-feira, 13, que não há condições sanitárias para a abertura de academias, barbearias e salões de beleza no Estado de São Paulo. "Até 31 de maio nenhuma modificação será feita na quarentena de São Paulo", afirmou o tucano durante entrevista coletiva.

Representantes de academias em Rio Preto tinham expectativa de retornar ao trabalho após o presidente Jair Bolsonaro anunciar a inclusão do setor, de salões de beleza e barbearias na lista de serviços essenciais. O vereador José Lagoeiro (Patriota), dono de academia em Rio Preto, afirmou que cobraria do prefeito Edinho Araújo (MDB) a abertura do setor no município. Lagoeiro havia se reunido com proprietários de academias após o anúncio feito pelo presidente. "Precisamos trabalhar. Se eu não fosse vereador estava morto", disse Lagoeiro. "O prefeito não vai contra determinação do governo".

Com a decisão de Doria, o prefeito deve seguir a orientação do governador com quem está em "sintonia" para a tomada de decisões em relação a pandemia do coronavírus. "Nesta quarentena não é o momento de reconhecer nenhum tipo de exceção", afirmou Doria no anúncio feito no Palácio dos Bandeirantes.

Durante anúncio da decisão de manter os setores fechados, integrantes da Comitê de Saúde da Covid-19 alegaram, por exemplo, que as academias não teria condições de impedir a contaminação das pessoas. Os especialistas alegaram que o ambiente deveria passar por higienização a cada utilização pelas pessoas, o que aumentaria o risco de contaminação.

De acordo com o governador, a quarentena no Estado preservou pelo menos 25 mil vidas. "Respeitamos todos os profissionais, mas o nosso maior respeito por eles é garantir a sua vida, sua saúde", disse Doria.

Live - O vice-governador Rodrigo Garcia participará hoje de uma entrevista online no perfil do Facebook do Diário. O tema será o combate à Covid-19, a quarentena e as medidas que estão em estudo pelo governo do Estado para a flexibilização. A live começa às 15h30 e pode ser acompanhada na página do Diário no Facebook. A sogra e os três filhos do vice-governador testaram positivo para o coronavírus. Eles estão sem sintomas, passam bem e se recuperam em casa, onde cumprem quarentena.

Blindou - O presidente da Câmara de Guapiaçu, Júnior Pereira Cardoso (PSDB), diz que o regimento interno da Casa daria "sustentáculos" para que ele não instaure a CPI pedida por cinco vereadores para investigar denúncia contra o prefeito Carlos Cesar Zaitune (MDB). Cardoso afirma que o Legislativo "não tem competência para legislar sobre o crime comum em tese discorrido na denúncia apócrifa" que gerou o pedido dos colegas.

Johnny Torres

Retomada de prazos

Ato da Mesa Diretora publicado nesta quarta-feira, 13, prorroga até o dia 31 de maio as medidas restritivas de combate à pandemia da Covid-19. Entre elas, a proibição de público nas dependências da Câmara, afastamento de servidores que se enquadram no grupo de risco — acima dos 60 anos —, trabalho em home office e participação virtual dos vereadores Marco Rillo (Psol), Fábio Marcondes (PL) e Renato Pupo (PSDB). Segundo o presidente da Casa, Paulo Pauléra (PP), o ato prevê a retomada da contagem de prazos, por exemplo, da CPI da Calçadas, que apura possíveis irregularidades na execução de serviços.

Homenagens

O ato da Mesa Diretora prevê ainda a entrega de honrarias aprovadas em plenário, como título de cidadão honorário, sejam feitas individualmente pelo parlamentar autor da homenagem, desde que não haja aglomeração de pessoas.