Flexibilização

Plano prevê reabertura de shoppings em Rio Preto com 30% da capacidade

Veja detalhes do plano regional de flexibilização proposto pela região de Rio Preto ao governo do Estado


Prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, em reunião com o governo do Estado
Prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, em reunião com o governo do Estado - Divulgação/Prefeitura de Rio Preto

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB) apresentou nesta sexta-feira, 22, plano regional de flexibilização a integrantes do governo do Estado. Entre as medidas previstas no plano de flexibilização a partir do dia 1º de junho está a reabertura de shoppings e galerias para o atendimento ao público com utilização de 30% da capacidade de pessoas.

As lojas de variedades, lojas de departamentos e magazines também poderão reabrir a partir do dia 1º de junho se o plano for aceito pelo Estado, mas esse tipo de comércio deverá reduzir o atendimento ao público a 10% de sua capacidade. A proposta prevê ainda que restaurantes e similares atendam ao público no local com 30% da capacidade para manter as medidas de distanciamento social.

Com relação aos salões de cabeleireiros, manicure, pedicure, barbeiros, academias e outras atividades físicas, o plano propõe o atendimento individual e agendado. O mesmo vale para o comércio de veículos automotores, com a recomendação de atender um cliente em cada sala.

De acordo com o documento, as prefeituras de cidades da região também poderão impor restrições de dias e horários de funcionamento ao comércio e serviços. "As atividades estão sujeitas a restrições de dias e horários de funcionamento, para possibilitar a flexibilização do maior número de estabelecimentos. Restrições de dias referem-se à abertura ou não aos fins de semanas e restrições de horários, de 6 horas por dia, escalonadas, ou das 10h às 14h e 19h às 23h, para os estabelecimentos do ramo de alimentação", consta no plano regional.

Além disso, o plano prevê cinco etapas, em que a primeira diz respeito à abertura total, com medidas de distanciamento e de prevenção, e a quinta representa o "lockdown", que é o fechamento total das atividades comerciais. Atualmente, a região está na fase 3.

A reunião do governador João Doria (PSDB) com os prefeitos das 16 regiões administrativas ficou para a próxima terça-feira, 26.