SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2021
NESTE DOMINGO

Em vídeo, Edinho 'celebra diversidade' com realização de parada LGBTQIA+ em Rio Preto

O Diário teve acesso ao vídeo com a mensagem do emedebista, que foi encaminhado aos organizadores do evento; nas imagens, Edinho diz que o encontro movimenta a comunidade LGBTQIA+ na cidade

Rodrigo LimaPublicado em 23/07/2021 às 16:20Atualizado há 23/07/2021 às 16:25
Edinho Araújo (MDB) em vídeo gravado à comunidade LGBTQIA+ (Reprodução)

Edinho Araújo (MDB) em vídeo gravado à comunidade LGBTQIA+ (Reprodução)

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), gravou vídeo em que cumprimenta os organizadores da parada LGBTQIA+ que acontecerá, de forma virtual, no município, neste domingo, 25, a partir das 14 horas.

O Diário teve acesso ao vídeo com a mensagem do emedebista, que foi encaminhado aos organizadores do evento. Nas imagens, Edinho diz que o encontro "celebra a diversidade" e movimenta a comunidade LGBTQIA+ na cidade.

O evento é organizado pelo movimento "Mais Orgulho Rio Preto" desde 2019.  "Dessa vez realizado de maneira virtual, como exigem esses tempos difíceis", afirmou o prefeito. 

O emedebista disse ainda que o evento tem apoio do município e mencionou políticas públicas desenvolvidas pela Prefeitura e pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria estadual de Economia Ativa, Museu da Diversidade Sexual e Amigos da Arte. 

"Celebrem este momento. Um grande abraço", afirmou Edinho no vídeo, que está sendo também divulgado nas redes sociais como "vitória" diante da postagem considerada homofóbica feita pelo vereador Anderson Branco (PL) no início desta semana.

A imagem mostra um desenho de uma mão, que seria a de Deus, puxando outra com as cores do arco-íris, que remetem à bandeira da comunidade LGBTQIA+, que estava em direção à imagem de uma família e ao lado, há a frase "na minha família, não".

Após repercussão do caso, Branco apagou a publicação nas redes sociais. O Ministério Público pediu a abertura de inquérito policial para apurar suposto crime de discriminação praticado pelo parlamentar. Além de apagar a publicação, o vereador publicou texto de retratação e pedido de desculpas às comunidades negra e LGBTQIA+.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por