Coligação de Edinho pede retirada de vídeo de Arnaldo

ELEIÇÃO NO CELULAR

Coligação de Edinho pede retirada de vídeo de Arnaldo


A coligação de Edinho Araújo (MDB), prefeito de Rio Preto, candidato à reeleição, pediu à Justiça Eleitoral a retirada de vídeo de adversário, também candidato a prefeito Carlos Arnaldo (PDT). Ele gravou vídeo no qual criticou a derrubada de árvore na região da Represa Municipal. Carlos Arnaldo chamou o prefeito de "Edinho motosserra". A Prefeitura infirmou que árvore estava "doente" e que tinha autorização para a derrubada.

Na Justiça Eleitoral, a coligação de Edinho acusa Carlos Arnaldo de divulgar "fake news" e pediu a retirada do vídeo das redes sociais.

O caso foi encaminhado para análise do juiz da 267ª Zona Eleitoral, Paulo Marcos Vieira. "Trata-se de ação ajuizada contra vídeo veiculado no sítio Facebook. Segundo o representante, o candidato a prefeito Carlos Arnaldo teria afirmado em vídeo que o atual prefeito de São José do Rio Preto estaria cometendo crime ambiental, ao derrubar uma árvore sadia, na região da Represa Municipal. Afirma o representante que tal vídeo conteria fake news. Liminarmente requer a remoção do conteúdo", diz decisão desta terça-feira, 6. Edinho ainda pede direito de resposta.

O juiz determinou que a coligação de Edinho regularize o pedido apresentado na ação.

O candidato do PDT afirmou que apenas "mostrou os fatos". "A cidade inteira sabe que a Prefeitura arrancou centenas de árvores. Em vários bairros, no Mercadão e principalmente no Calçadão", afirmou Carlos Arnaldo ao Diário, ao repetir a crítica ao atual prefeito. "Vamos mostrar na Justiça a verdade. Estou preparado para o embate com ele e seus advogados".

(Com Rodrigo Lima)