Acirp cobra compromisso de candidatos a prefeito

RIO PRETO

Acirp cobra compromisso de candidatos a prefeito

Candidatos são chamados para apresentar resumo de propostas à diretoria da entidade e assinam termo sobre as principais demandas da Acirp, como redução de carga tributária municipal


Sabatina na Acirp, na qual a entidade diretiva vai expor suas propostas para candidatos a prefeito
Sabatina na Acirp, na qual a entidade diretiva vai expor suas propostas para candidatos a prefeito - Paulo de Paula/Colaboração leitor

A Acirp (Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto) começou a apresentar aos dez candidatos a prefeito de Rio Preto dez propostas para a economia local. O compromisso de candidatos para analisar as principais bandeiras defendidas pela entidade teve início nesta segunda-feira, 5, com os prefeituráveis Carlos Alexandre (PC do B) e Celi Regina (PT). Os candidatos responderam por 20 minutos perguntas da diretoria da Acirp, apresentaram propostas e assinaram de termo de compromisso para avaliação das demandas apresentadas pela entidade.

As reuniões com a diretoria da Acirp vão ocorrer nos próximos dias com todos candidatos a prefeito. A entidade defende, por exemplo, medidas como implantação de centro de convenções no município, criação de políticas para atrair empresas para o município, consolidação do Parque Tecnológico, redução de carga tributária municipal e continuidade de obras de reforma na região central (leia ao lado as dez bandeiras da Acirp apresentadas aos candidatos a prefeito). O documento menciona ainda necessidade de ações para internacionalização de aeroporto de cargas em Rio Preto, ações para implantação da terceira faixa na rodovia Washington Luís e ainda defesa da criação da região metropolitana, que depende de lei estadual.

O material consta no manual "Bandeiras de Desenvolvimento - Propostas da Acirp para um plano de governo", afirma a entidade, presidida pelo empresário Kelvin Kaiser.

Acirp faz a defesa de ações para a implantação da região metropolitana. "São evidentes a condição de capital regional ocupada por Rio Preto, a conurbação com alguns municípios vizinhos e sua atratividade sobre uma vasta área que atinge Estados limítrofes. Também salta aos olhos a complementaridade de economias municipais e demandas de gestão, infraestrutura e serviços públicos que as afetam simultaneamente, exigindo ações coordenadas entre estes entes federados, os municípios, sob a conformação legal e administrativa de uma sede regional metropolitana".

O presidente da Acirp disse ao Diário nesta segunda, 5, que a economia será o setor mais prejudicado no pós-pandemia. " no nosso entendimento, no período pós-pandemia, o que se mostra mais prejudicado, e a gente já sabia, é a própria economia. A economia ficou muito prejudicada devido a uma questão sanitária. Diferente de outras crises que tivemos no âmbito econômico, dessa vez as pessoas não puderam trabalhar devido ao impedimento sanitário. Então a prioridade nesse momento para qualquer prefeito é o foco na economia, no retorno do emprego e do fortalecimento das empresas", afirmou Kaiser.

Por conta disso, o empresário coloca "liberdade para empreender" como prioridade nas bandeiras da Acirp. "Deve ser priorizado nesse momento, já que as empresas foram extremamente prejudicadas. Estamos com um saldo negativo de mais de cinco mil empregos devido à pandemia e, no nosso entendimento, a liberdade para empreender faz com que as empresas possam definir o seu horário de trabalho junto com o seu colaborador e, dessa forma, gerar novos turnos para atender os clientes. E nesse atendimento dos clientes, a gente começa a ter a recuperação dessas empresas e também começa a ter um aumento no emprego para suprir essas novas jornadas de trabalho que vão acontecer", disse Kaiser.

  • Continuidade da revitalização da área central do município
  • Liberdade para empreender
  • Consolidação do Parque Tecnológico
  • Implantação de um centro de convenções/ eventos/ exposições
  • Criação de políticas de incentivo para atração e desenvolvimento do setor produtivo
  • São José do Rio Preto - Chics - cidade humana, criativa e sustentável
  • Desburocratização, padronização, e uniformização de processos de fiscalização do município
  • Redução da carga tributária municipal
  • Melhoria da logística de carga regional
  • Região metropolitana de São José do Rio Preto

Fonte - Acirp